Atlético-MG, Independiente Del Valle e Cazares respondem nota do Banfield

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Bruno Cantini/Clube Atlético Mineiro

    Assim como o Atlético-MG, Cazares e Independiente Del Valle não mostram preocupação com ameaças do Banfield

    Assim como o Atlético-MG, Cazares e Independiente Del Valle não mostram preocupação com ameaças do Banfield

Um dia depois de o Banfield, da Argentina, soltar uma nota informando que vai procurar seus direitos no caso que se refere à transferência de Juan Cazares ao Atlético-MG, o clube argentino recebeu duas repostas. Uma do próprio atleta e a outra do clube equatoriano. O Atlético fez o mesmo, através do diretor jurídico clube, Lásaro Cândido.

"Não tem problema nenhum, a carta é exatamente a que o Atlético mandou para o Banfield. O Atlético procurou o clube que detinha, provisoriamente, os direitos por empréstimo. Examinou a documentação e o Banfield não tinha ainda exercido o direito que eventualmente teria, mas, existem outras questões no meio deste contrato. Sequer o empréstimo havia sido pago. Então o Atlético encerrou a negociação com o clube que tinha direitos vencendo no final do ano. E assim que venceu (o contrato), negociou com quem detém os direitos efetivos, concretos. E não há nenhum problema nisso. Mandamos aquela carta dizendo que tínhamos desistidos, mas desistimos porque eles não tinham o direito de negociar nada. Se pagou hoje, pagou tarde. Porque o Atlético não tem nada a ver com relação de terceiros, ainda mais que não estão registrados e nem levados a efeito. O Atlético adotou as providências e as cautelas que o caso requer", disse o dirigente alvinegro.

Ausente da Cidade do Galo nesta terça-feira, para resolver problemas burocráticos ligados ao visto para embarcar para os Estados Unidos, Cazares usou uma rede social para se pronunciar sobre o assunto. Se durante a apresentação como jogador do Atlético o equatoriano preferiu não comentar sobre a questão, via Twitter ele declarou que estava sem vínculo com o Banfield.

"Quero deixar bem claro. Meu contrato com o clube já terminou em 31 de dezembro de 2015. E jamais exerceram a opção de compra. E tampouco pagaram o empréstimo, assim, que o presidente não venha me dizer que eu tenha mais três anos de contrato, quando não é assim. Ao terminar o Campeonato, no último jogo contra o Aldovisi, me mandaram ao vice-presidente e ao escrivão do clube para me fazer assinar contrato, sem antes terem falado com o meu representante para ver que contrato era só. Queriam que eu assinasse um papel. Mas, jamais iria assinar sem que passasse pelo meu agente. Portanto, isso que dizem que irão me acionar, que o façam bem, pois sabem que não tenho contrato com o clube. E, se houve algo, pode ser que seja assinatura falsa", postou o reforço do Atlético.

Acusado pelo Banfield de fazer parte de uma suposta manobra para facilitar a saída de Cazares, o Independiente Del Valle revelou que o erro foi da equipe argentina. Segundo nota divulgada no site oficial do clube equatoriano, os argentinos perderam o prazo para confirmar a compra do atleta, que era em 20 de novembro de 2015.

Confira a nota na íntegra:

O Clube Independiente Del Valle (em sigla IDV), ante a informação divulgada pelo Clube Atlético Banfield, comunica os seguintes pontos necessários para os meios de comunicação:

O Clube Atlético Banfield assinou um contrato de empréstimo com IDV para que o jogador Juan Cazares prestasse serviços profissionais a partir do 28 de julho de 2014 a 31 de dezembro de 2015. Este empréstimo gerado, de acordo com as negociações, teve um custo econômico que correspondeu a atender o Clube Atlético Banfield.

O Clube Atlético Banfield violou o contrato por não pagar o mencionado valor do empréstimo acordado de US$ 50 mil dólares, em 30 de julho de 2015. O mesmo que a data não foi feita, em parte ou completamente, apesar do pedido em tempo útil pelo Clube IDV, em carta enviada em 27 de agosto de 2015. Além disso, o Clube Atlético Banfield também não fez uso da opção que foi definida como prazo 30 de novembro de 2015.

Não obstante a este fato, e exclusivamente por considerações relativas ao bem-estar e crescimento do jogador, o empréstimo permaneceu e foi concluída à data acordada, como é do conhecimento público.

O jogador Juan Cazares indicou seu desejo de não jogar no Club Atlético Banfield. O jogador Juan Cazares escolheu o Sr. Jorge Marino como seu representante. O IDV Clube não tem qualquer relação contratual com o agente do jogador.

O IDV clube será o principal beneficiário de qualquer transação que pode ser executada sobre a transferência permanente ou temporária do jogador, ter de dividi-lo unicamente para o Clube Atlético River Plate da Argentina, que mantém uma porcentagem dos direitos econômicos.

Nós não aceitamos a afirmação no sentido de que o jogador tinha assinado um contrato de trabalho válido com o Clube Atlético Banfield. O jogador, portanto, tinha os direitos federais ligados ao IDV por contrato de trabalho. Para as implicações legais deste caso, IDV não faz mais declarações públicas sobre mais esta situação.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos