Henrique cobra dívidas do Botafogo e aciona Justiça para trocar de clube

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Vitor Silva / SSPress

O Botafogo acatou um pedido do técnico Ricardo Gomes e decidiu da nova oportunidade a Henrique. O atacante, porém, não está disposto a defender novamente o clube de General Severiano. Cobrando dívidas de fundo de garantia, 13º, férias e luvas, o jogador acionou o Alvinegro na Justiça na última segunda-feira.

"Venho através dessa nota oficial comunicar e esclarecer o motivo do meu não comparecimento aos treinos em General Severiano. Acionei o Botafogo na justiça do trabalho para reivindicar meus direitos. Muitos avaliam minha passagem no Alvinegro como ruim ou regular, mas apesar da mudança de técnicos, e até de diretoria, nunca tive uma sequência de partidas e nem por isso deixei de honrar essa camisa", disse Henrique através da assessoria de imprensa.

"Estou exercendo um direito meu, de cidadão e trabalhador. São 28 meses de fundo de garantia, além de salários atrasados, 13º, férias e luvas. No momento aguardo uma decisão da 24ª Vara do Trabalho do Rio de Janeiro sobre o pedido de antecipação de tutela (declaração da rescisão contratual por culpa do clube), para que então me manifeste sobre meu futuro", completou o atacante que se destacou no Coritiba em 2015.

Na tarde da última segunda-feira, o Botafogo foi questionado pelo UOL Esporte, mas ainda não sabia do processo. Nesta terça, a situação foi diferente. "Estamos cientes e é uma situação chata. Sei que o Botafogo já havia pago parte do que ele cobra. Ele estava nos planos, mas depois disso... Fica difícil, mesmo que consigamos manter o jogar no Justiça. Vamos ver o que vai ocorrer", afirmou o vice de futebol Cacá Azeredo.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos