Palmeiras empata de novo na Copinha e brigará por vaga na rodada decisiva

Do UOL, em São Paulo

  • Fabio Menotti / Ag. Palmeiras/ Divulgação

O Palmeiras empatou mais uma vez na Copa São Paulo de Futebol Júnior, desta vez em 0 a 0 contra o Estanciano-SE, nesta terça-feira (05), e terá de brigar pela vaga no mata-mata do torneio na última rodada do grupo 25, sediada em São José dos Campos.

Somado ao 2 a 2 da estreia, frente ao Sampaio Corrêa, o alviverde da capital paulista chegou aos 2 pontos – o mesmo que o adversário desta noite.

A chave, portanto, tem a seguinte configuração: Sampaio Corrêa lidera, com 4 pontos. Palmeiras, com 2, é vice, por ter um gol a favor a mais do que o Estanciano. Anfitrião, o São José é o lanterninha, com apenas 1 ponto.

Na quinta-feira (07), o Palmeiras enfrentará o São José. A conta é esta: se vencer, avança. Se empatar, dependerá de outro resultado. Se perder, estará fora.

"Novo Valdivia" é expulso

Francisco Arancibia, promessa chilena contratada para a base do Palmeiras, meio-campista comparado a Jorge Valdivia, não gostou da gracinha que fez Marcelo, do rival, já nos acréscimos da partida. Respondeu com falta feia e foi expulso direto, sem nem sequer receber a advertência com cartão amarelo. 

O garoto de 19 anos, aliás, é visto com bons olhos até por Jorge Sampaoli, treinador da seleção chilena que concorre ao prêmio de melhor de 2015 pela Fifa. Sampaoli já o convocou para viagens com o grupo - não para jogar, mas para ir se adaptando ao clima. 

Jogo perigoso: o "pênalti com barreira"

O placar, 0 a 0, não reflete a partida agitada. Os garotos, no entanto, mais correram do que mostraram boa técnica, e não conseguiram converter as muitas chances em gol.

Destaque para oportunidade que o Palmeiras teve com Kaue, autor de dois gols na estreia. Aos 25 minutos do primeiro tempo, recebeu passe livre na área, de Artur, e ficou cara a cara com o goleiro adversário. Em vez de finalizar, deixou a bola passar para dominar mais adiante. Perdeu a passada e, consequentemente, o gol. 

Na 2ª metade, o Estanciano poderia ter aberto a contagem após marcação de jogo perigoso do zagueiro Augusto, do Palmeiras, dentro da área. Falta em dois lances: Marcelo rolou e Matheus bateu firme. A bola pegou na barreira, e o time sergipano reclamou de suposto toque com a mão, que não foi dado. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos