Recém-chegado, Muricy já tem missão complicada com Guerrero no Fla

Pedro Ivo Almeida

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Gilvan de Souza/ Flamengo

    Com ajuda de Muricy, Paolo Guerrero (foto) terá que superar jejum de quase cinco meses

    Com ajuda de Muricy, Paolo Guerrero (foto) terá que superar jejum de quase cinco meses

Muricy Ramalho está renovado. Em entrevistas e conversas, o novo técnico do Flamengo não esconde a disposição para o novo trabalho após alguns meses de descanso e estudo. As primeiras missões na reformulação do questionado departamento de futebol rubro-negro, no entanto, não serão das mais fáceis. Uma delas, quase fundamental, dirá muito sobre o futuro do time: a recuperação do atacante Paolo Guerrero.

O novo comandante do time da Gávea terá a responsabilidade de ajudar o jogador mais caro do elenco a superar a má fase que já dura alguns meses. O craque da camisa 9 não sabe o que é balançar as redes desde 23 de agosto de 2015.

O dado negativo impressiona e deixa o Rubro-negro em situação delicada. Recuperar o atacante é uma obsessão no Flamengo. Os dirigentes estão convictos de que o principal investimento dos últimos anos vai render frutos e corresponder. Porém, o prazo é curto com as cobranças da torcida e assédio cada vez maior do mercado estrangeiro.

Muricy precisará estabelecer um novo sistema de jogo que ajude o centroavante. Na visão do companheiro de ataque de Guerrero, Emerson Sheik, o time acabou não ajudando o craque em 2015.

"Acabou faltando de todo mundo. Se faltou dele, faltou dos outros também. O time precisa acertar melhor isso", disse Sheik, acreditando que 2016 será diferente. "Ele também sabe que faltou mais. Mas é craque, o melhor camisa 9 dos países sul-americanos. A galera pode saber que o gringo vai bombar em 2016", falou Emerson.

Muricy terá ao menos um fator para ajudá-lo neste início. Após seguidos problemas no final de 2015, a expectativa do departamento médico é que Guerrero esteja enfim recuperado da lesão no tornozelo direito que o limitou no fim da última temporada.

Se por um lado espera ter o "reforço" de um Guerrero em alto nível, Muricy ainda não tem outros nomes de peso para o início do trabalho. Além das chegadas do zagueiro Juan, do goleiro Alex Muralha, do lateral Rodinei e do volante William Arão, o treinador, bem como a torcida, espera duas grandes contratações para este mês de janeiro.

Muricy terá seu primeiro contato com os jogadores na quarta-feira (6), quando o grupo se apresenta para exames médicos na Gávea. Na quinta, os rubro-negros viajam para Mangaratiba – cidade da região da Costa Verde fluminense –, palco da pré-temporada. O primeiro compromisso oficial será no dia 21, contra o Ceará, em amistoso no Nordeste. No dia 24, o jogo será contra o Santa Cruz.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos