Corinthians se diz surpreso com saídas e admite: "Ralf está quase fora"

Dassler Marques

Do UOL, em São Paulo

Roberto de Andrade, presidente do Corinthians, falou a respeito das (muitas) vendas que o clube tem feito antes do início da temporada - até agora, saíram Renato Augusto, Jadson, Edu Dracena.

"Primeiro que, todos nós do clube, fomos surpreendidos com essas saídas porque tentarei ser bem didático na explicação para que todos entendam. O futebol chinês trabalha diferente de qualquer outro clube. O futebol chinês se acerta com o atleta, seduz com valores expressivos e o clube toma ciência disso meia hora antes de falar que vai embora. Não existe defesa. Podemos perder cinco, seis, sete, todos que forem requisitados nessa situação. Quero que entendam que não é postura do clube, nosso planejamento contava com todos os atletas", lamentou o presidente.

Além dos que já foram embora, existe a possibilidade do cluber perder mais atletas que foram importantes na conquista do último Campeonato Brasileiro, casos de Cássio, Ralf e Gil.

"Ralf está praticamente fora. É a mesma situação. Assinou pré-contrato, vai pagar multa e foi embora. Não tem papel. Gil, Elias e Cássio são sondagens. Isso pode virar negócio, mas por enquanto existem sondagens. Elias voltou das férias, disse que não tem nada e a gente acredita nele. Fica quem quer, quem não quer pode ir embora. Não preciso falar o tamanho do Corinthians", explicou.

Presidente do Corinthians diz que jogadores não têm amor ao clube

  •  
Contratações do clube após saídas
 
"Para falar vocês, de ontem para hoje, devo ter falado de 50 ou 60 atletas, em todas as posições. Nós, independente do que estamos perdendo, já tínhamos planejamento de deixar grupo com qualidade. Estamos trabalhando internamente. Por enquanto, não tem conversa com ninguém. Estamos definindo quem vamos buscar."
 
"Corinthians não busca grande nome, busca formar grande time. Pode ter grande nome, como pode ter dois ou três médios que farão um conjunto forte. É isso que vai buscar."
 
Negociação com Vilson, zagueiro da Chapecoense
 
"Estamos conversando, nada certo, mas estamos, pode ser que venha a acontecer de Vilson trabalhar conosco."
 
Negociações com Marquinhos Gabriel, ex-Santos, e André, ex-Sport
 
"Acho difícil porque Atlético-MG (dono dos direitos de André) tem contrato até o meio do ano e não quer liberar o atleta. Sendo assim, acredito que não venha. Não temos negociação com o Marquinhos Gabriel."
 
Corinthians tem interesse em Lucas Lima?
 
"Todos sabem que o Lucas Lima tem negociação e direitos econômicos com o Doyen. E o Corinthians não faz negócio com essa empresa"
 
Possível negociação de Alexandre Pato
 
"Na proposta pro Pato, eu nunca vi números tão expressivos. É direito dele não querer jogar na China, em time como aquele. A gente respeita quem está aceitando e quem não está aceitando. A definição de ficar ou sair está na mão do atleta. Não quer ir, vai trabalhar conosco, sem problema algum. Convívio é normal, entra e sai, é coisa pessoal e ele vai se adaptar sem problema algum."
 
Situação financeira do clube após vendas
 
"Faltar vai faltar sempre o dinheiro. Mas a gente vai trazer dentro do caixa do clube tudo planejado para trazer, com exceção de quem saiu, te dá liberdade para poder trabalhar. Não vamos fazer loucura e posso prometer que o Corinthians será forte."

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos