"Problema de valores" emperra ida de volante colombiano ao Cruzeiro

Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

  • RAUL ARBOLEDA / AFP

    Gustavo Cuéllar ainda não sabe onde atuará na atual temporada. Acordo com o Cruzeiro está emperrado

    Gustavo Cuéllar ainda não sabe onde atuará na atual temporada. Acordo com o Cruzeiro está emperrado

O Cruzeiro encontrou um empecilho para anunciar Gustavo Cuéllar como seu reforço para 2016. Segundo Alexander Viveros, empresário do volante, há um "problema de valores" entre o Junior Barranquilla e o Deportivo Cali, ambos da Colômbia, e corre o risco de a transação não ocorrer nos próximos dias.

O Deportivo Cali, detentor de 100% dos direitos econômicos do meio-campista, o emprestou ao Junior Barranquilla e aceitou negociar 70% desta fatia. Entretanto, o valor que o clube que conta com o atleta atualmente aceitou desembolsar foi rechaçado, o que impede o repasse à agremiação da Toca da Raposa II.

"Houve um problema de valores entre os dois clubes (Junior Barranquilla e Deportivo Cali). Agora temos que nos reunir e encontrar uma forma de solucionar isso. Ainda não sabemos como será a negociação, mas há este problema no momento", afirmou Viveros ao UOL Esporte.

Cuéllar tem bases salariais acertadas com o Cruzeiro e chegaria à Toca da Raposa II por empréstimo de uma temporada, com os direitos fixados. No entanto, caso não haja acordo entre os clubes da Colômbia, ele não deve se mudar para o Brasil.

Apesar do imbróglio, o empresário Alexander Viveros segue confiante com a possibilidade de o se mudar para o Brasil ainda neste mês de janeiro: "Otimista a gente sempre fica, mas temos que encontrar algo que possa viabilizar o acordo. Neste momento, estamos em negociação ainda", concluiu.

Até o momento, o Cruzeiro já anunciou quatro contratações para o decorrer da temporada. Sánchez Miño, Bruno Nazário, Douglas Coutinho e Rafael Silva foram anunciados e, inclusive, se apresentaram à comissão técnica nessa quarta-feira.

Na reapresentação do elenco, o vice-presidente de futebol Bruno Vicintin se pronunciou sobre a transação:

"No caso do Cuéllar, é uma negociação bastante complicada entre Cali e Junior. Ele demonstra vontade de vir, mas estava emprestado. O valor que o Cruzeiro pagaria, os clubes têm de decidir entre eles como vão dividir. Esperamos que isso se resolva. Caso não se concretize, vamos buscar outro jogador", comentou.

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos