Valcke fez Fifa pagar US$ 150 mil para alugar imóvel de Ronaldo, diz jornal

Do UOL, em São Paulo

  • AFP PHOTO/ NELSON ALMEIDA

    Valcke ignorou pedido da própria Fifa para procurar imóvel mais barato, segundo publicação

    Valcke ignorou pedido da própria Fifa para procurar imóvel mais barato, segundo publicação

De acordo com o jornal suíço Tages Anzeiger, Jérôme Valcke obrigou a Fifa a pagar US$ 150 mil para alugar um apartamento de Ronaldo em 2013, no Rio de Janeiro. O ex-secretário-geral da entidade se hospedou no local durante os preparos para a Copa do Mundo-2014.

Ainda segundo o Tages Anzeiger, a Fifa ainda tentou convencer Valcke a procurar um hotel, já que o valor seria mais baixo. O dirigente, porém, manteve seu plano inicial. Além disso, a publicação revela que o ex-secretário usou o jato privado da Fifa para viagens pessoais e até levou seus filhos.

Um deles, Sébastien, também teria tido a ajuda do pai para fazer acordos com a Fifa. Haveria um contrato de US$ 700 mil com a entidade e a EON Reality, empresa dos EUA especializada em hologramas. O Tages Anzeiger afirma que a EON contratou Sébastien e o filho de Valcke teria levado uma comissão de 7%.

No ano passado, um porta-voz da Fifa afirmou que Valcke havia alugado o imóvel por dois anos 'para dar mais conforto à família' quando viajasse ao Brasil. 'Ele utilizou a residência, ao menos, uma vez por mês durante suas viagens e ocupou o imóvel durante a Copa das Confederações em 2013 e Mundial', afirmou o representante da entidade.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos