Inter viaja sem contratação prioritária e mantém busca por centroavante

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

  • HEULER ANDREY/DIA ESPORTIVO/ESTADÃO CONTEÚDO

    Henrique é o principal alvo do Inter para o comando do ataque, mas deve demorar

    Henrique é o principal alvo do Inter para o comando do ataque, mas deve demorar

Desde o fim do ano passado que o Internacional não esconde qual sua prioridade para reforçar o time visando as competições de 2016: um centroavante. Contudo, o mercado se mostrou mais duro do que o esperado. Leandro Damião chegou a ter um acerto salarial, mas a difícil condição na Justiça e a investida do Galatasaray, da Turquia, afastaram o jogador. André, o plano B, assinou pré-contrato com Corinthians. E agora Henrique, do Botafogo, é novo alvo. Enquanto isso, o Colorado embarca para os Estados Unidos na manhã deste domingo ainda sem definição no que era mais importante. 

Foram contratados, até agora, três jogadores para o setor defensivo, os volantes Fabinho e Fernando Bob e o lateral Paulo Cesar Magalhães, e um para o setor ofensivo, o meia-atacante Marquinhos. 
 
Mas a principal lacuna no elenco não foi completa. Sem Lisandro López, que deixou o Inter após o fim de seu contrato, e com a perspectiva de liberar Rafael Moura para o Atlético-MG, o Internacional conta apenas com Bruno Baio como homem de frente tradicional.
 
Nos primeiros treinos do ano, ainda sem realizar um coletivo, Argel usa um par de movimentação com Vitinho e Eduardo Sasha. Mas o clube não esconde a vontade de ter um camisa 9 de ofício o quanto antes. 
 
O problema é que um eventual contratado já perdeu a viagem aos Estados Unidos, onde o elenco realizar pré-temporada. Ou ao menos parte do período. Terá, imediatamente a fechar seu contrato, que conseguir condições de entrada no país caso não tenha ainda o visto. Se tiver, perderá, na melhor das hipóteses, mais um dia por conta da longa viagem. 
 
Henrique, que defendeu o Coritiba no último Brasileiro e pertence ao Botafogo, move ação trabalhista contra o clube carioca. Não ficará por lá. O Internacional aguarda o desfecho do caso e tem negociações avançadas com ele. 
 
Outro nome que chegou a ser levantado no contexto colorado é o de Marcelo Moreno, que trocou o Grêmio pelo futebol chinês no começo do ano passado. O boliviano está no Rio Grande do Sul passando férias, já que sua esposa é de Porto Alegre. No entanto não houve início de negociação com ele até o momento. 
 
É possível, ainda, que o Inter comece até mesmo a temporada de jogos oficiais sem contratar um centroavante. Internamente a direção já não descarta até desistir de investir em um atleta de tal característica. 
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos