Muralha descarta rivalidade com PV e Arão esquece Bota: 'Hoje sou Mengão'

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Gilvan de Souza/ Flamengo

    Willian Arão e Alex Muralha são apresentados como jogadores do Flamengo

    Willian Arão e Alex Muralha são apresentados como jogadores do Flamengo

O Flamengo apresentou neste domingo (10) o goleiro Alex Muralha e o volante Willian Arão. A dupla concedeu entrevista coletiva e se mostrou animada com a temporada no Rubro-negro. O goleiro minimizou a concorrência com Paulo Victor, enquanto o jogador de meio de campo esqueceu o passado com a camisa do Botafogo.

Muralha manifestou o desejo de utilizar o número 38, o que denominou como "maluquice". Ele também contou como se deu o primeiro contato com o companheiro e concorrente Paulo Victor.

"Já avisei que quero a camisa 38, se possível. É o meu número da sorte, me deu sorte em todos os clubes em que passei. É coisa de maluco. Todo louco tem as suas maluquices. Sempre esse 38 aparece do nada", afirmou.

"O Paulo Victor foi o primeiro a me receber e isso me deixou muito tranquilo. Não só ele, como os outros goleiros. Cada um precisa dar o seu melhor e ter uma sequência boa quando tiver oportunidade", completou.

Já o volante Willian Arão recordou a apresentação de Ronaldinho Gaúcho no ano de 2011. Na ocasião, o camisa 10 ficou lembrado pela frase: "Agora eu sou Mengão". O jogador impôs nova versão do discurso ao ser questionado sobre a passagem pelo Botafogo e a perseguição da torcida alvinegra quando os rivais se enfrentarem.

"Estou muito tranquilo. Defendo as cores do Flamengo. Hoje eu sou Mengão [risos]. Estou preocupado com a torcida do Flamengo. É a única que interessa. O que passou, passou. Estou muito feliz por estar aqui e fazer parte de um dos maiores do mundo. Vou dar o sangue para honrar essa camisa", encerrou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos