Santos já perdeu quatro disputas por zagueiros, o último para o Corinthians

Samir Carvalho

Do UOL, em Santos (SP)

  • Fernando Donasci/UOL

    Zagueiro Vilson, que defendeu Palmeiras e Chapecoense, deve assinar com o Corinthians

    Zagueiro Vilson, que defendeu Palmeiras e Chapecoense, deve assinar com o Corinthians

A transferência do zagueiro Vilson para o Corinthians expõe o excesso de derrotas do Santos em busca de um zagueiro no mercado do futebol. O UOL Esporte apurou que a diretoria santista negociava por cerca de um mês com o defensor da Chapecoense, mas foi "atropelada" pelo rival da capital na transação.

Vilson, inclusive, foi o quarto jogador que o Santos perdeu para os concorrentes no mercado do futebol entre dezembro e janeiro.

O clube paulista também negociou e fracassou nas negociações com Kadu, que estava no Atlético-PR e foi para o Grêmio, Thiago Heleno, ex-Figueirense e que se transferiu para o Atlético-PR, e Erazo, que jogou o Campeonato Brasileiro pelo Grêmio e acertou com o Atlético-MG.

Agora, o Santos corre o risco de perder outro zagueiro pretendido pelo técnico Dorival Júnior. Trata-se de Renato Chaves, da Ponte Preta. A cúpula santista fez uma proposta oficial ao clube do interior paulista, mas encara a concorrência do Fluminense.

"Acho que seria um experiente (zagueiro). Nem sempre um experiente é aquele que dará tranquilidade à equipe. O perfil inicial seria esse. Mas isso não quer dizer que não podemos ter um jogador com outro perfil. Até porque o mercado está restrito, muito fechado. Necessitamos ter o grupo completo o quanto antes para que possamos começar a conhecer jogadores que estejam chegando", afirmou Dorival Júnior.

O clube paulista quer um atleta para a vaga de David Braz, que sofreu uma lesão de grau 3 na coxa. Além disso, a diretoria santista teme perder o zagueiro Gustavo Henrique, que já recusou duas propostas de renovação contratual. Por isso, o clube já trabalha com a hipótese de contratar dois zagueiros no mercado.

Antes de Renato Chaves, o Santos enfrentou dificuldades para fechar com Gum, do Fluminense, e Victor Ramos, ex-Palmeiras.

Gum foi um pedido de Dorival Júnior no fim da temporada passada, enquanto Victor Ramos foi oferecido, juntamente com Erazo, pelo empresário André Cury, que agencia a carreira da dupla. O equatoriano pediu um salário incompatível com a "política santista" e acertou com o Atlético-MG.  

Além de um zagueiro, o Santos negocia com o Cruzeiro para contratar o camaronês Joel por empréstimo até o fim do ano, além do ídolo Robinho, que já acertou salários de R$ 600 mil mensais e deve assinar contrato, inicialmente, por uma temporada. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos