Ex-gremista revê o Internacional na estreia da Florida Cup: "Vai ser legal"

Do UOL, em Porto Alegre

Enfrentar o Bayer Leverkusen será uma experiência nova para o Internacional. A Florida Cup apresenta tal oportunidade nesta quarta-feira. Mas um jogador do time alemão não achará ter os vermelhos pela frente algo estranho. Wendell viveu a rivalidade Gre-Nal até 2014 pelo Grêmio e espera um duelo difícil. 

"Curioso mesmo voltar a enfrentar o Inter, muito difícil de acontecer uma situação como essa em uma temporada normal, mas vai ser legal. A rivalidade com o Grêmio é realmente muito grande, vivi isso em Porto Alegre, uma cidade que me traz boas recordações, foi lá que minha carreira deu um salto gigante. Voltei a Porto Alegre pela primeira vez no final do ano passado para participar do jogo beneficente do D'Alessandro, pude matar a saudade de alguns amigos, e agora vou enfrentar o Inter também pela primeira vez desde que saí do país. Claro que aqui vai ser uma situação completamente diferente do que passei quando joguei Gre-Nal, pelas circunstâncias que envolvem o clássico. Sobre o jogo, acho que os dois times vivem momentos distintos, a gente em meio de temporada, eles começando do zero, mas as duas equipes têm qualidade e com certeza vão fazer um espetáculo bem interessante", disse via assessoria de imprensa. 
 
Na estreia pela competição amistosa, o Bayer venceu o Independiente Santa Fé, da Colômbia. O jogo contra os alemães será o primeiro do Internacional, que chegou aos Estados Unidos na madrugada desta segunda-feira. 
 
"Foi uma partida dura [a estreia], a equipe deles era muito forte fisicamente. Apesar de termos jogado com um time que não costuma ser escalado, não dá para dizer que sofremos com desentrosamento, porque nos conhecemos bem e treinamos juntos há bastante tempo. Acho que os fatores que mais nos dificultaram foram a qualidade do adversário e o ritmo forte de treinos. Esse período de preparação sempre acaba deixando as pernas mais pesadas. Foi bom pelo teste contra uma escola diferente, que não estamos acostumados a enfrentar, e também pela vitória. É sempre bom vencer, não importa se é amistoso ou jogo valendo. Sempre que entramos em campo, é para vencer", completou Wendell.
 
Com 22 anos, Wendell é titular do Bayer Leverkusen desde sua contratação. O Grêmio aceitou a venda por 5 milhões de euros em 2014. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos