Jogador ou aposentadoria? Jobson vê carreira em risco e tem mês decisivo

Bernardo Gentile

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Rudy Trindade/Frame

Jobson vive um momento crítico. Suspenso dos gramados desde abril por conta do polêmico antidoping realizado na Arábia Saudita, o jogador terá um decisivo julgamento pela frente. No dia 22 de janeiro, ele estará na Corte Arbitral do Esporte, na Suíça, diante da decisão que poderá definir um rumo da carreira. A punição é de quatro anos e caso a defesa não consiga uma absolvição, a aposentadoria é o caminho mais provável para o jogador de 27 anos.

O último jogo de Jobson ocorreu no dia 18 de abril, quando o Botafogo eliminou o Fluminense nas semifinais do Campeonato Carioca. Isso porque no dia 24 de abril, a Fifa validou a punição da federação árabe, que determinava 4 anos de suspensão ao atacante por ter se recusado a fazer um exame antidoping surpresa na época em que atuava no Al-Ittihad.

"A defesa do Jobson será baseada justamente nesta questão. O suposto exame que queriam que ele fizesse na Arábia ocorreu em circunstancias duvidosas. Queremos que o júri entenda o lado do jogador, que passava uma situação tensa fora do país", disse Bichara Neto, advogado de Jobson ao UOL Esporte.

O advogado se refere á briga entre Jobson e Al-Ittihad, que, sem dinheiro, queria reduzir o salário do atacante brasileiro. Ao recusar a proposta, o jogador foi afastado e ficou até sem o passaporte e com os dias contados no hotel onde estava hospedado.

Em um desses dias um grupo de árabes bateu na porta de Jobson no hotel onde residia, dizendo ser funcionários da federação árabe para um exame surpresa. Não havia sequer um interprete para o atacante brasileiro ser melhor informado, o que causou estranheza.

Em meio a briga com o clube árabe, havia o temor de Jobson para um resultado falso, o que facilitaria a vida do Al-Ittihad no processo contra o jogador. Assim, o atleta preferiu não fazer o exame o que resultou na punição de quatro anos -  a Fifa só validou a pena quase uma no após os árabes.

Enquanto isso, Jobson mantem a forma entre exercícios na academia e peladas. Mesmo após tanto tempo afastado do futebol, o Botafogo acompanha a situação de perto e tem interesse no jogador. Atualmente não há qualquer vínculo entre os dois, mas ambos têm o mesmo desejo. Mas só se houver uma mudança no panorama atual.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos