Atlético-MG vence Schalke com roteiro bastante conhecido pelos torcedores

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Bruno Cantini/Atlético MG

Gol de Leonardo Silva e Victor defendendo pênalti. Roteiro que o torcedor do Atlético-MG se acostumou nos últimos anos aconteceu também na estreia do time mineiro na Florida Cup. Triunfo por 3 a 0 sobre o alemão Schalke 04, com gols também de Patric e Lucas Cândido. Resultado que faz o Atlético aparecer como forte candidato para conquistar o no torneio amistoso, realizado nos Estados Unidos.

Um bom primeiro tempo. Essa é a avaliação dos primeiros 45 minutos do Atlético de Diego Aguirre. Mesmo diante de uma equipe que está no meio da temporada, o time alvinegro conseguiu marcar sob pressão nos primeiros minutos, roubou bolas no campo de ataque e neutralizou os avanços dos alemães.

É verdade que o gol de Leonardo Silva, logo aos sete minutos de jogo, ajudou bastante. O zagueiro marcou pela 25ª vez com a camisa do Atlético, de novo de cabeça, depois do escanteio batido por Giovanni Augusto. Além de ser uma equipe bem postada e tentando manter a posse de bola, o Atlético também contou com um pouco de sorte. Aos 10 minutos o goleiro Victor já estava batido, após defender a cabeçada de Choupo-Moting, e viu Max Meyer acertar a travei. Já nos minutos finais da primeira etapa o volante Goretzka teve ótima chance para empatar, mas o camisa 8 do Schalke cabeceou para fora.

O segundo tempo começou com sete alterações no Schalke e somente duas no Atlético. Talvez a razão para o time alemão tomar conta da partida. Mas nada para assustar Victor e praticamente toda a torcida presente no Estádio Lockhart, que foi tomado pelos atleticanos, muitos deles residentes nos Estados Unidos. Aos 20, depois de quatro alterações de Aguirre, o Atlético voltou a chegar com perigo e quase marcou com Hyuri, após cruzamento de Carlos, mas o meia não desviou a bola com força suficiente.

Com as estreias dos três reforços contratados até o momento, o zagueiro Erazo e os meias Cazares e Hyuri, o Atlético terminou a partida com apenas um titular em campo. Somente o goleiro Victor iniciou e terminou a partida. E o camisa 1 do Atlético foi decisivo. Aos 32 o árbitro Ted Unkel marcou um pênalti inexistente, depois que a bola bateu na barriga de Edcarlos. Mas Victor pegou mais uma penalidade, essa batida por Geis.

Prêmio para o Atlético e castigo para o Schalke. Aos 35 a equipe brasileira confirmou o triunfo com um belo gol de Patric. Mais bonito ainda foi o gol de Lucas Cândido, dois minutos depois, em um belo arremate de fora da área. E ouvindo os gritos de olé, o Schalke se despediu da Florida Cup. Já o Atlético joga contra o Corinthians no domingo, às 17h, em Boca Raton. 

SCHALKE 0 X 3 ATLÉTICO-MG

Data: 13/01/2015 (quarta-feira)
Horário: 21h30 (de Brasília)
Motivo: Florida Cup
Local: Estádio Lockhart, em Fort Lauderdale (EUA)
Árbitro: Ted Unkel (EUA)
Assistentes: Mark Cahen e Brian Poeschel (ambos EUA)
Cartões amarelos: - (S04) – (CAM)
Gols: Leonardo Silva aos 7 min do primeiro tempo; Patric aos 35 min e Lucas Cândido aos 37 min do segundo tempo

SCHALKE 04
Fährmann (Nübel, no intervalo) Júnior Caiçara (Riether, no intervalo), Neustädter, Matip (Kehrer, aos 29 do 2º) e Aogo (Kolasinac, intervalo); Hojbjerg (Geis, no intervalo), Goretzka, Schöpf (Sam, aos 26 do 2º) e Max Meyer (Belhanda, no intervalo); Choupo-Moting (Sané, no intervalo) e Huntelaar (Di Santo, no intervalo).
Treinador: André Breitenreiter

ATLÉTICO-MG
Victor, Marcos Rocha (Hyuri, aos 18 do 2º), Leonardo Silva (Erazo, aos 18 do 2º), Jemerson (Edcarlos, aos 26 do 2º) e Douglas Santos (Mansur, aos 26 do 2º); Leandro Donizete (Dátolo, aos 18 do 2º), Rafael Carioca (Eduardo, aos 26 do 2º), Luan (Cazares, aos 26 do 2º) e Giovanni Augusto (Lucas Cândido, no intervalo); Thiago Ribeiro (Patric, no intervalo) e Lucas Pratto (Carlos, aos 18 do 2º).
Treinador: Diego Aguirre

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos