Com mistério sobre Pato, Corinthians vai aos EUA apagar ansiedade de Tite

Dassler Marques

Do UOL, em São Paulo

  • Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

    Tite observa treinamento da última terça-feira: preocupação no Corinthians

    Tite observa treinamento da última terça-feira: preocupação no Corinthians

A viagem para os Estados Unidos na noite desta quarta-feira chega em boa hora para o Corinthians. Serão 11 dias e três partidas amistosas na Flórida que contribuem, primeiramente, para apagar o incêndio dos últimos dias. Em praticamente todos os sentidos, talvez até Alexandre Pato. 

A perda de cinco titulares (Cássio, Ralf, Jadson, Renato Augusto e Vagner Love) já é considerada um fato consumado. Mas, nas últimas horas, as possibilidades de permanência do volante Elias (maior) e do zagueiro Gil (média) se desenharam e o meia Guilherme, ex-Atlético-MG, encaminhou acerto. Trata-se de um pouco de calmaria para Tite e comissão técnica respirarem. 

No meio do caminho, há também Alexandre Pato. O Corinthians não confirma que o atacante vai aos Estados Unidos e pretende definir a lista de relacionados na tarde de quarta-feira, a poucas horas do voo até Orlando.

Pato, desde a reapresentação há uma semana, só realiza trabalhos internos no clube e também aguarda por uma posição sobre os planos para ele. De acordo com o preparador físico Fábio Mahseredjian, trata-se de uma programação especial em razão do histórico de lesões. 

Na semana passada, o Corinthians deu indícios de que o atacante pode estar fora dos planos. Pato foi definido pelo marketing do clube como o representante na Parada da Disney, marcada para sexta-feira, mas a escolha foi desfeita pouco depois com o posicionamento oficial de que o volante Elias ficaria incumbido. Os dirigentes corintianos assumem descontentamento público por ele ter recusado oferta milionária do futebol chinês. 

A definição desse assunto é um dos pontos que certamente mexe com Tite. O treinador corintiano optou por não se pronunciar desde a reapresentação há uma semana. Há desânimo, preocupação e ansiedade depois de perder cinco titulares e ver boa parte do trabalho de 2015 ir por água abaixo com a negociação de vários jogadores. 

Nesse sentido, a viagem à Flórida é certeira. Oferece, ao treinador, a possibilidade de convivência estrita com o elenco, diminui a incidência do assunto mercado de transferências sobre a cabeça dos atletas e põe em prática o seu projeto de time para o início da temporada 2016. Por enquanto, no time de Tite, os 11 titulares são remanescentes do título brasileiro. 

Nos Estados Unidos, são três compromissos marcados: Atlético-MG no domingo (em Boca Raton), Shakhtar-UCR no dia 20 (em Orlando) e Fort Lauderdale Strikers-EUA (em Fort Lauderdale) no dia 23. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos