Fifa bane chefe de avaliação de candidaturas para Copa-18 e 22 por 7 anos

Do UOL, em São Paulo

O Comitê de Ética da Fifa anunciou nesta quinta-feira a suspensão de Harold Mayne-Nicholls, dirigente que comandou a análise das candidaturas para as Copa de 2018 e 2022. Ele ficará afastado por sete anos.

Nicholls está proibido de se envolver com qualquer atividade relacionada ao futebol. De acordo com o comitê, a punição foi imposta por aceitar benefícios pessoais.

O dirigente havia tentando conseguir hospedagem e treinamento para três parentes, um filho, um sobrinho e um cunhado, em um clube vinculado ao comitê de candidaturas. O pedido foi feito dias depois da visita da Comissão de Licitação ao local.

Segundo a nota da Fifa, com esses pedidos, Nicholls não agiu sobre o interesses da Fifa e ignorou sua responsabilidade como oficial de alta patente da entidade.

A decisão ainda não é definitiva e Nicholls poderá recorrer ao Comitê de Apelação da Fifa.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos