Koff revela bastidores do futebol em biografia que será lançada no Olímpico

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

  • Wesley Santos/Pressdigital

    Fábio Koff contará bastidores do Grêmio e do futebol brasileiro em livro lançado em março

    Fábio Koff contará bastidores do Grêmio e do futebol brasileiro em livro lançado em março

Fábio André Koff será eternizado em letras, palavras, linhas. Aos 84 anos, o presidente mais vitorioso da história do Grêmio, que comandou a principal movimentação de equipes brasileiras enquanto entidade, o Clube dos 13, dará detalhes de momentos na vida esportiva brasileira em 300 páginas assinadas pelo professor Paulo Flávio Ledur, seu filho, o jornalista Paulo Ledur e o próprio Koff, com textos em primeira e terceira pessoa, pela editora AGE. 

A intenção do dirigente e da editora é que o lançamento planejado para março seja o maior evento de lançamento de livro esportivo do país. Serão duas solenidades, uma no Olímpico, outra na Arena. Mesmo já em fase de demolição, o antigo estádio gremista receberá parte do evento de lançamento do livro, que ainda contará com depoimentos de Fernando Carvalho, ex-presidente do Internacional e Roger Machado, atual técnico do Grêmio. Depois, uma segunda parte do evento ocorrerá na Arena. O prefácio é assinado pelo atual presidente gremista Romildo Bolzan Júnior e ainda há uma mensagem do ex-presidente gremista Hélio Dourado, homem importante na história do clube. 
 
A ideia é ter presença de torcedores gremistas e festa digna de jogo quando o livro do ex-presidente, que ficou marcado pelos títulos da Libertadores e do Mundial de 1983, da Libertadores de 1995 e ainda tantas outras conquistas nacionais, for lançado. 
 
Não faltam capítulos que podem ser sublinhados. Bastidores da negociação com a Rede Globo, sempre elogiada pelo ex-presidente gremista, nos contratos de televisionamento dos jogos do Brasileirão quando ainda era o Clube dos 13 que representava os clubes, a movimentação da emissora ao negociar separadamente com cada equipe, enfraquecendo a entidade, e até o fim da união das agremiações, em 2011, serão detalhados por Koff. 
 
E aos gremistas, o saudosismo de momentos ricos. A relação com Renato Gaúcho, desde a contratação até a glória do maior ídolo da história gremista. A união do elenco de 1995, a amizade com Felipão que fez o comandante voltar ao leme azul, branco e preto em 2014, pouco depois do 7 a 1 que simbolizou a eliminação brasileira da Copa do Mundo. Nada será escondido. 
 
E não apenas momentos bons serão descritos. A relação complicada com Vanderlei Luxemburgo, e principalmente bastidores da negociação com a OAS para compra da gestão da Arena, além da surpresa ao deparar-se com o contrato que havia sido assinado pela direção anterior do Gremio serão contados nas páginas da biografia. Mais detalhes? Nada. A ideia é manter sigilo. 
 
Koff relatará, ainda, os meses em que esteve internado em um hospital de Porto Alegre por conta de problemas respiratórios e a saída do departamento de futebol do Grêmio por opção pessoal. 
 
O lançamento ainda não tem data definida, mas ocorrerá no mês de março. Sendo provavelmente o último evento público do estádio Olímpico, que atualmente está fechado e sequer recebe visitação. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos