Real quer derrubar punição. Mas pode gastar R$ 1,5 bi para contratar agora

Do UOL, em São Paulo

  • EFE/Luca Piergiovanni

    Punido pela Fifa, Real Madrid ainda espera contratar ao longo de 2016

    Punido pela Fifa, Real Madrid ainda espera contratar ao longo de 2016

O Real Madrid nem cogita a possibilidade de ser, de fato, proibido de contratar jogadores nas duas próximas janelas de transferências internacionais. Mas, na dúvida, pode gastar cerca de R$ 1,5 bilhão em reforços ainda em janeiro de 2016.

Nesta quinta-feira, a Fifa anunciou que tanto Real Madrid quando Atlético de Madri estão probidos de contratar jogadores nas próximas janelas – no meio de 2016 e no início de 2017. Entretanto, o clube planeja entrar com recurso na Justiça para derrubar o veto, e espera o veredicto para que possa voltar a gastar.

"Consideramos apenas a opção de que o recurso irá prosperar. Nada mais. Faremos o que tivermos que fazer. Só esperamos que imponham a justiça e não haja consequências para o clube", disse José Ángel Sánchez, diretor geral do Real Madrid, segundo o jornal Marca. "Não pensamos em outra possibilidade. Temos trabalhado no caso (punido pela Fifa) há um ano. É incompreensível que nos sancionem", completou.

A situação é parecida no Atlético de Madri. Na quinta-feira, diante da comunicação da Fifa, o clube de Manzanares divulgou nota na qual também promete recorrer aos tribunais para tentar contratar reforços que possam atuar na temporada 2016/2017.

Reprodução
Jornal The Sun anuncia intenção do Real Madrid: gastar R$ 1,5 bilhão em reforços
"O Club Atlético de Madrid recebeu no dia de hoje uma resolução do Comitê Disciplinar da Fifa que nos sanciona com a proibição de contratar jogadores nacionais ou estrangeiros durante os dois próximos períodos integrais de contratação, além de multa de 900 mil francos suíços (…). Nosso clube não está de acordo com a resolução sancionadora e estudará toda a documentação recebida para apresentar um recurso contra a sanção em questão", diz o comunicado publicado no site do clube.

Entretanto, o Real Madrid pode estar disposto a desembolsar um valor considerável para antecipar a contratação de reforços. Segundo o jornal inglês The Sun, o clube espanhol pode gastar o equivalente a R$ 1,5 bilhão para buscar agora os jogadores que pretendia buscar no decorrer do ano.

A lista conta com o goleiro David de Gea (Manchester United), os meias Eden Hazard (Chelsea) e Paul Pogba (Juventus) e os atacantes Robert Lewandowski (Bayern de Munique) e Sergio Aguero (Manchester City). O clube espanhol não descarta a venda de Cristiano Ronaldo ao Paris Saint-Germain no meio do ano para tapar o rombo no caixa.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos