São Paulo reforçou defesa e ataque, mas começa 2016 com carência no meio

Do UOL, em São Paulo

  • Rubens Chiri/saopaulofc.net

    Edgardo Bauza, Bruno Militano e José Daniel Dileo se apresentam ao elenco do São Paulo

    Edgardo Bauza, Bruno Militano e José Daniel Dileo se apresentam ao elenco do São Paulo

Após contratar Lugano, o São Paulo segue com a concorrência aberta para a chegada de meio-campistas. Este é o setor em que Edgardo Bauza pretende receber reforços e que precisou de improvisos nos dois primeiros testes do ano, contra Nacional e Juventus, em jogos-treino disputados na última quinta-feira (14).

Reinaldo, que é lateral esquerdo de origem, atuou no setor para compor um dos times, que ainda teve João Schmidt, Wesley e Daniel. Essa é a formação reserva, uma vez que os titulares, a princípio, são escalados com Hudson, Thiago Mendes e Paulo Henrique Ganso.

"Fiquei satisfeito, porque foram jogos de 70 minutos e que deram mais ritmo aos atletas. Claro, ainda não estamos em um ritmo de competição, mas por ser a primeira partida do ano posso dizer que eles foram bem. Cumprimos os objetivos, conseguimos atuar de forma organizada e a equipe pôde conhecer um pouco melhor a nossa forma de trabalhar", avaliou o comandante argentino, que chegou ao clube no início do ano.

Com as chegadas de Mena e Lugano, o clube do Morumbi criou competição no setor defensivo. Na lateral esquerda, são quatro opções: Carlinhos, Reinaldo, Matheus Reis e o reforço chileno. Na zaga, o uruguaio chega para disputar vaga com Rodrigo Caio e Breno, que começam a pré-temporada como titulares de Bauza. O time ainda tem Lyanco e Lucão.

Situação parecida se repete no ataque: Michel Bastos, Kardec e Centurión foram os que receberam as primeiras chances como titulares. Além deles, o comandante argentino conta com Daniel, que pode jogar aberto, Rogério, Gusao e o reforço Kieza.

Por enquanto, nenhum reforço para o setor de meio de campo. Ganso é absoluto e tem apenas a concorrência de Daniel, que tem característica diferente. Para brigar com a dupla de volantes titular, formada por Hudson e Thiago Mendes, o elenco conta só com Wesley e João Schmidt. O segundo é formado na base são-paulina, mas ainda não se firmou – está voltando de um bom período de empréstimo no Vitória de Setúbal, de Portugal.

A diretoria do São Paulo trata as negociações com extremo sigilo, mas tem em sua lista de prioridades jogadores de meio campo. A Libertadores começa cedo para os comandados de Bauza, com confronto decisivo já no dia 3 de fevereiro, contra o César Vallejo, no Peru.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos