Grêmio usa característica do time para mapear mercado por reforços

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

Contratar um jogador não é algo simples ao Grêmio. A análise do melhor reforço para o elenco passa por uma série de fatores. O técnico Roger Machado disse, por exemplo, que as características do time e no que é necessário melhorar também influenciam nos possíveis alvos. 

O Grêmio quer um jogador para o setor ofensivo. E com base no explicado pelo treinador, precisa ser um atleta que se adapte ao estilo de toque de bola proposto por ele. O Tricolor evita lançamentos longos ou mesmo cruzamentos para área e valoriza ao máximo a posse. 

Além disso, precisa ser um atleta com capacidade de finalização e gosto por entrar na área. Roger, munido de números da temporada passada, analisou que sua equipe tem concluído de muito longe, o que diminui a chance de acerto. Ou seja, procura indicar um jogador que conclua de perto e entre na defensiva rival. 
 
"Temos acompanhado o esforço da nossa direção para viabilizar a vinda de jogadores que possam agregar qualidade tendo em vista as competições que teremos. Mas também todos sabem que até em função do que o mercado apresenta, há uma dificuldade. Já ouvi a direção falar que temos que ser precisos para minimizar qualquer erro. Acredito que essa busca vai nos dar a possibilidade de trazer atletas que possam nos ajudar na temporada", explicou Roger. 
 
Ao mesmo tempo que admite contratar um 'finalizador', o Grêmio não irá investir em um centroavante tradicional. Com base na característica de toque de bola do time, um jogador que, por exemplo, espere cruzamentos, não terá garantia de sucesso. 
 
A ideia da direção é anunciar mais dois reforços. Porém, a dificuldade de mercado pode atrasar a chegada. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos