Novamente titular, Dátolo valoriza elenco: 'vai ter muito jogo em 2016'

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Bruno Cantini/Clube Atlético Mineiro

    Dátolo jogou cerca de 30 minutos contra o Schalke e participou de dois gols do Atlético-MG

    Dátolo jogou cerca de 30 minutos contra o Schalke e participou de dois gols do Atlético-MG

Na visão do torcedor mais otimista, o Atlético-MG vai disputar 84 partidas na temporada 2016. Considerando, é claro, que a equipe alvinegra tenha ótimo desempenho nas competições de mata-mata. Esse cenário só é possível se o time comandado por Diego Aguirre for finalista do Campeonato Mineiro, da Primeira Liga e campeão da Libertadores, portanto, presente na Copa do Mundo de Clubes da Fifa.

Se o Atlético vai conseguir disputar 84 partidas até dezembro, somente o desempenho em campo vai ser capaz de responder. Mas é certo que o time vai ter uma temporada intensa. Depois de apenas uma partida realizada, contra o Schalke, o Atlético tem confirmados pelo menos mais 61 partidas até o final do ano.

Número que vai crescer de acordo com o desempenho do time nas competições que vai disputar. Ciente de que a temporada alvinegra vai ser longa, o meia Dátolo destaca a importância do grupo para o sucesso do time. Reserva diante do Schalke 04, o camisa 10 do Atlético deve ser titular na segunda partida da Florida Cup. Dátolo treinou no lugar de Giovanni Augusto, por opção do treinador.

"A gente sabe que tem muito jogo, podemos ter até mais de 80 jogos na temporada. Então, temos que entender que quem está dentro de campo tem de torcer e fazer de tudo para der carto. E quem está fora tem de aproveitar quando entrar e dar a vida em campo. É assim que tem de ser", comentou o argentino.

E Dátolo fez o que falou. Contra o Schalke ele entrou somente aos 18 minutos da etapa final. Foram cerca de 30 minutos em ação, tempo suficiente para o meia participar dos dois últimos gols do triunfo alvinegro por 3 a 0. E o jogador tem uma explicação. Ele teve a oportunidade de jogar centralizado, como gosta de atuar. Não pelos lados de campo, como era escalado por Levir Culpi em 2015.

"Meu jogo por dentro, pegando a bola um pouquinho mais atrás, me sinto melhor assim. O treinador me deu a chance de jogar nessa posição e tenho que aproveitar ao máximo os minutos que ele me dá dentro de campo".

A tendência que Dátolo seja mesmo a única alteração no Atlético para o jogo contra o Corinthians. Sendo assim, a escalação atleticana para o encontro do campeão e vice-campeão do Brasileiro seria com Victor, Marcos Rocha, Leonardo Silva, Jemerson e Douglas Santos; Leandro Donizete, Rafael Carioca, Luan e Dátolo; Thiago Ribeiro e Lucas Pratto.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos