Antes mesmo de entrar em campo, Lugano já vira referência de liderança

Do UOL, em São Paulo

  • Rubens Chiri/Saopaulofc.net

    Lugano faz trabalho físico no CT do São Paulo e não tem data para estreia

    Lugano faz trabalho físico no CT do São Paulo e não tem data para estreia

Lugano sequer foi apresentado no São Paulo. Tampouco treinou com bola com seus companheiros. Pior: está abaixo do peso ideal e precisará fazer um treino especial. Por isso, não sabe nem quando estará à disposição da comissão. Apesar de tudo isso, já parece exercer seu papel de liderança no grupo.

O zagueiro parece ter todas as qualidades para ocupar a lacuna deixada por Rogério Ceni, que decidiu se aposentar no fim do ano passado. Não foi à toa que o goleiro deu a faixa de capitão ao uruguaio em sua festa de despedida.

"Todos nós sabemos o quanto ele pode acrescentar. Quando tive a oportunidade de conversar com ele no Uruguai, me interessava saber como ele estava, qual era a intenção dele. Depois de três horas de uma conversa, percebi que ele estava com muita gana, com muito desejo de vir a São Paulo e ser campeão. Me deixou muito contente. Todos os técnicos necessitam que a nossa palavra tenha continuidade dentro de campo. E o Lugano é um dos líderes positivos do plantel. Ele fará a equipe crescer", disse Edgardo Bauza em entrevista publicada no site oficial.

Alan Kardec seguiu linha parecida e admitiu que a equipe precisa de lideranças novas após as saídas de outros nomes importantes como Luis Fabiano.

"Ele traz qualidade e, pelo que conversei com algumas pessoas, é de grande caráter, que luta pelos companheiros. Ele vem para somar dentro e fora de campo. Tínhamos algumas referências e perdemos. Tenho certeza de que ele vai nos ajudar muito. Apesar do pouco tempo de convívio, ele mostrou ser bem receptivo", completou.

Para jovens como Rodrigo Caio, por exemplo, Lugano é também um exemplo por seu passado no São Paulo. Formado em cotia, o meio-campista que também atua como zagueiro relembrou as vezes que via seu novo companheiro pela televisão.

"Ele é muito experiente, vivenciou muita coisa na carreira. O importante é ter mais de um líder dentro de campo, para que a equipe se fortaleça muito mais. O Lugano é um jogador que sempre se dedicou muito. Quando o São Paulo jogou o Mundial contra o Liverpool-ING (1 x 0), eu estava em Cotia, tinha acabado de chegar. Por isso tem sido um prazer conviver com ele, porque o admiro muito como profissional e como pessoa. Junto com ele, queremos ter um ano maravilhoso", afirmou.

Denis também reforçou que Lugano chega para dar qualidade técnica ao time, mas admitiu que espera mais reforços para que o São Paulo possa ter um ano de 2016 com títulos.

"O Lugano dispensa comentários, é um cara que joga bem e veio para nos ajudar. É um líder, mais experiente e certamente vai nos ajudar muito dentro do grupo. Ele sabe o carinho que o torcedor são-paulino tem por ele. Com a chegada do Lugano e mais alguns reforços, teremos um time competitivo, focado, que queira vencer. Independentemente do Lugano ser líder ou não, a equipe tem de estar bem compactada para fazer grandes jogos", afirmou o goleiro. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos