Romero e defesas de Cássio dão primeira vitória ao Corinthians no ano

Dassler Marques

Do UOL, em Orlando (EUA)

Vivendo um processo de remontagem no elenco, o Corinthians conquistou sua primeira vitória no ano, nesta quarta-feira (20), na Flórida Cup, disputada nos Estados Unidos. A equipe comandada por Tite fez 3 a 2 no Shakhtar Donetsk, com dois gols de Romero e grande ajuda da defesa ucraniana, que falhou nos três lances – Taison e Kovalenko descontaram. 

O jogo no Espn Worldwide of Sports foi o primeiro do Corinthians sem Gil, vendido para o Shandong Luneng-CHN. Para o lugar do zagueiro, o treinador Tite escalou Yago, de 23 anos e oriundo das categorias de base do clube.

Se Gil saiu, Cássio voltou. O goleiro permaneceu no clube depois de uma negociação malsucedida com o Besiktas, da Turquia. Na primeira partida, no entanto, não ficou nem no banco de reservas – Walter enfrentou o Atlético-MG. Agora, começou de titular e jogou os 90 minutos, salvando a equipe diversas vezes nos últimos 20 minutos do duelo.

Durante a partida, uma confusão entre os jogadores do Corinthians e do Shakhtar resultou na expulsão do zagueiro ucraniano Kucher.

Essa foi a segunda partida do Corinthians no torneio. Na primeira, o time de Tite perdeu para o Atlético-MG por 1 a 0, resultado que garantiu o título do torneio amistoso para a equipe mineira.

No confronto, Dentinho, atualmente no Shakhtar Donetsk, fez sua primeira partida contra o clube que o revelou para o futebol. Em um determinado momento do segundo tempo, alguns torcedores do Corinthians começaram a gritar o nome do atacante.

"O meu carinho pelo Corinthians é muito grande. Era para ter voltado ano passado e conquistado o título brasileiro, infelizmente não aconteceu. Quem sabe no futuro eu não volte a vestir esse manto sagrado? A emoção é muito grande, é um time que tenho muito carinho. É uma sensação muito estranha (enfrentar o Corinthians)", afirmou Dentinho, em entrevista ao "Sportv".

O próximo compromisso do Corinthians será no dia 23 de janeiro, em mais um amistoso, dessa vez contra o Fort Lauderdale Strikers, time de Ronaldo Fenômeno. A partida será a última da pré-temporada do clube paulista nos Estados Unidos. A estreia no Campeonato Paulista acontece no dia 31 deste mês, contra o XV de Piracicaba, na Arena Corinthians.

O jogo

A defesa do Shakhtar foi de grande ajuda para o Corinthians. Em duas chances, o time ucraniano saiu jogando errado e deu de presente a bola para os corintianos marcarem. A primeira aconteceu aos 12 minutos. O responsável pelo erro foi o goleiro Pyatov, que tocou nos pés de Rodriguinho. O meia rolou para Danilo, que cortou Stepanenko e apenas teve o trabalho de chutar para o gol vazio.

O segundo erro aconteceu aos 35 minutos da primeira etapa. Ismaily evitou um chapéu de Malcom, mas recuou a bola para Romero. O paraguaio apenas precisou esperar a saída do goleiro Pyatov para tocar para o fundo do gol e fazer o segundo do Corinthians na partida.

Antes do gol de Romero, o Shakhtar havia ido às redes aos 22 minutos, com Taison. O ex-jogador do Internacional aproveitou contra-ataque puxado por Wellington Nem, invadiu a área e chutou forte no meio do gol, sem chances para Cássio.

Em vantagem no marcador, o Corinthians aproveitou mais um erro da defesa do Shakhtar para fazer o terceiro, aos 43 minutos da primeira etapa. Depois de cobrança de escanteio, Danilo desviou e Romero, completamente livre de marcação, esticou a perna para desviar a bola de Pyatov e fazer seu segundo gol na partida, o terceiro do clube paulista.

O segundo tempo teve um ritmo bem menos acelerado que o segundo. Aos 20 minutos, no entanto, aconteceu um momento de tensão: Taison, fora do lance, tentou dar uma cabeçada em Bruno Henrique. O árbitro, porém, não viu e nada marcou.

Aos 27 minutos, o Shakhtar chegou a fazer o segundo, mas o gol foi anulado. Taison cobrou falta em direção à área, Gladkiy escorou e Stepanenko, em posição ilegal, mandou para o fundo das redes de Cássio.

O segundo gol do Shakhtar saiu aos 35 minutos. Srna cruzou da direita para a esquerda, Kovalenko dominou dentro da área, em posição legal, e mandou para o fundo do gol.

Dois minutos depois do gol ucraniano, o tempo fechou. A confusão começou com Elias e Stepanenko. Na sequência, Kucher foi tirar satisfações com o brasileiro e acabou empurrado por Fagner. Na hora em que zagueiro ucraniano foi revidar, teve início uma confusão generalizada. O árbitro acabou mostrando cartão vermelho para Kucher e amarelo para Elias.

Nos acréscimos, Dentinho teve a chance de empatar o jogo contra sua ex-equipe. O atacante, no entanto, pegou errado na bola e mandou por cima do gol de Cássio.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos