Flamengo vence o São Paulo e volta à semifinal da Copinha após cinco anos

Do UOL, em São Paulo

A última vaga na semifinal da Copinha foi definida e o Flamengo ficou com ela. Nesta quarta-feira (20), o clube carioca venceu o São Paulo por 2 a 0, na Arena Barueri, e avançou na competição. Felipe Vizeu, duas vezes, foi o responsável pelo gol da vitória do time rubro-negro, que enfrenta o América-MG na próxima fase.

Depois da confusão ocorrida durante a partida entre São Paulo e Rondonópolis, pelas quartas de final, a Federação Paulista de Futebol decidiu cobrar ingressos para o jogo desta quarta-feira, o que fez com que o duelo acontecesse com um público pequeno – apenas 3.585 torcedores. Os valores das entradas variavam de R$ 20 a R$ 40.

Essa é a primeira vez desde 2011 que o Flamengo volta a disputar a semifinal da Copa São Paulo. Na última, inclusive, acabou campeão do torneio, ao derrotar o Bahia na grande decisão.

A final da Copa São Paulo acontecerá no dia 25 de janeiro, aniversário da capital paulista, no Estádio do Pacaembu. Na outra semifinal, o Corinthians enfrenta o Cruzeiro.

O jogo

O domínio do Flamengo foi visto desde o início da partida. Logo aos 7 minutos do primeiro tempo, a defesa do São Paulo deu bobeira depois de um lançamento e a bola sobrou para Kléber, que deu um toque para tirar de Lucas Perri e a bola bateu na trave.

O clima de decisão acirrou o ânimo dos jogadores, e aos 24 minutos, uma pequena confusão teve início. Banguelê se estranhou com Paquetá e começaram a discutir veementemente. O árbitro, no entanto, rapidamente encerrou a discussão e mostrou cartão amarelo para os dois. "Falei ao Paquetá que ele bateu a mão no meu rosto, que isso é anti-jogo", justificou Banguelê no intervalo.

Com a bola de volta a rolar, o Flamengo tirou o zero do placar aos 42 minutos do primeiro tempo. Inácio errou passe no meio de campo, Trindade ficou com a bola e rolou para o meio da área. Ela sobrou para Felipe Vizeu, que bateu para abrir o placar.

No segundo tempo, as duas equipes tiveram mais dificuldades para criar oportunidades de gol. Tanto é que a primeira chance saiu apenas aos 17 minutos, com David Neres. O atacante entrou na área, deixou um marcador no chão e chutou em cima da marcação. No lance, Joanderson foi à loucura, pois estava livre na área e queria que o companheiro passasse a bola ao invés de tentar o chute.

Três minutos mais tarde, o goleiro Thiago trabalhou pela primeira vez na partida. Banguelê recebeu na pequena área e cabeceou para o gol. O arqueiro foi rápido e conseguiu defender com a perna, jogando a bola para escanteio.

Na parte final da partida, o São Paulo foi para o tudo ou nada, mas não conseguiu criar grandes chances. Aos 40 minutos, o time do Morumbi chegou a reclamar de um possível toque de mão de Ronaldo dentro da área, mas o árbitro nada deu.

A esperança de classificação terminou aos 44 minutos. Felipe Vizeu aproveitou falha da defesa são-paulina, disparou em velocidade e tocou para o fundo das redes do goleiro Lucas Perri, fazendo o segundo do Flamengo e garantindo a vitória.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos