Márcio Araújo leva do Palmeiras para o Fla estigma de perseguido com moral

Vinicius Castro

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Gilvan de Souza/ Flamengo

    Márcio Araújo concede entrevista no Flamengo: xodó dos técnicos apesar das vaias

    Márcio Araújo concede entrevista no Flamengo: xodó dos técnicos apesar das vaias

Márcio Araújo é uma espécie de sobrevivente no Flamengo. O volante chegou ao Rubro-negro em 2014 e jamais teve prestígio com a torcida. No entanto, ele segue entre os titulares temporada após temporada. A renovação de contrato por mais um ano com o clube da Gávea foi alvo de discussão na diretoria, mas pesou a regularidade defendida pela comissão técnica.

O volante leva o estigma de perseguido com moral para praticamente todos os clubes. Foi assim no Palmeiras e agora no Rubro-negro. No Alviverde, Márcio Araújo sempre foi elogiado por Felipão. O próprio treinador o chamava de "meu queridinho" para ironizar as críticas que sofria por parte da torcida e da imprensa.

A defesa do jogador se baseou na questão tática e no esforço. Muricy Ramalho seguiu a linha e sempre o defendeu. Tanto que ainda sem contar com o volante desejado no elenco carioca, o comandante escalou Márcio Araújo no time titular para o começo de temporada.

E a trajetória do jogador no Flamengo foi assim com Jayme de Almeida, Ney Franco, Vanderlei Luxemburgo, Cristóvão Borges e Oswaldo de Oliveira. Críticas e vaias das arquibancadas, adoração dos técnicos no dia a dia.

Márcio Araújo disputou 103 jogos oficiais pelo Flamengo. Ele foi titular em 94 oportunidades e entrou no decorrer em nove partidas. Foram três gols marcados e 12 cartões amarelos. O principal momento foi o gol em posição irregular que deu ao Rubro-negro o título do Campeonato Carioca de 2014 diante do Vasco.

Questionado sobre a resistência da torcida e o desejo do Flamengo em contratar um nome capaz de ocupar a titularidade em sua posição, Márcio Araújo mostrou tranquilidade e provou estar mais do que acostumado a lidar com a desconfiança.

"Espero que o Flamengo contrate sempre os melhores do mundo. Quero ser campeão. Não tem problema nenhum em chegar mais um jogador. Não vou torcer contra. O mais importante é um time forte", afirmou.

"Acho que ser regular a maior parte do tempo me ajuda a continuar jogando. Vejo a oportunidade de um ano para afirmação de todos. Esperamos fazer uma grande temporada. A diretoria nos dá condições de trabalho e podemos atingir uma regularidade ainda maior", completou.

MÁRCIO ARAÚJO FALA SOBRE A RENOVAÇÃO DE CONTRATO COM O FLA

  •  

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos