Reservas entram e dão vitória ao Palmeiras em amistoso no Uruguai

Do UOL, em São Paulo

O Palmeiras voltou a disputar uma partida depois de 45 dias e venceu o Libertad por 2 a 0. Os meias Allione e Moisés marcaram os gols da vitória alviverde no Centenário, em Montevidéu. O time alviverde volta a campo no próximo sábado para enfrentar o Nacional-URU, que bateu o Peñarol por 3 a 1. Em disputa, o título do torneio sul-americano.

O time do técnico Marcelo Oliveira voltou a encontrar dificuldade na saída de bola. Apesar disso, os jogadores evitaram os chutões para o campo de ataque e tentaram manter a posse de bola no campo de defesa.

Durante a primeira etapa, os times mostraram-se lentos, com pouca movimentação. No segundo tempo, o cenário melhorou após as substituições feitas pelos dois treinadores. No Palmeiras, Erik e Moisés entraram em campo e estrearam com a camisa do Palmeiras -- Edu Dracena começou jogando, ao lado de Leandro Almeida (Vitor Hugo foi poupado).

O jogo

Aos 11, Gabriel Jesus recebeu com liberdade pela esquerda, mas escorregou e perdeu a bola na área. Robinho ficou com a sobra e desperdiçou a chance de finalizar. Seis minutos depois, Edu Dracena quase abriu o placar ao completar cruzamento de cabeça. O goleiro do Libertad espalmou a bola e evitou o gol.  

O primeiro chute a gol do Libertad só ocorreu aos 34 minutos, com Salcedo. A bola, porém, passou longe da meta de Fernando Prass. Pouco depois, a defesa do Palmeiras falhou e deu a chance de o Libertad marcar o primeiro gol. No lance, Edu Dracena errou o domínio da bola e viu Salcedo desperdiçar o toque.

No começo do segundo tempo, Gabriel Jesus quase aproveitou um recuo realizado pela defesa do Libertad. O atacante, no entanto, não conseguiu alcançar a bola. No lance seguinte, o time paraguaio assustou o Palmeiras. Salcedo driblou Leandro Almeida e chutou para fora.

Aos 19, Robinho alçou na área, Alecsandro desviou e a bola sobrou para Erik, à esquerda. No primeiro lance, o meia-atacante perdeu o ângulo e finalizou em cima da zaga. Na sequência, Cristaldo recebeu de Dudu e acabou travado na hora da conclusão.

As 34 minutos, Dudu avançou pelo meio e acertou o travessão. O gol da vitória palmeirense sairia em seguida. Erik recebeu em velocidade pela direita e serviu Allione na área. O meia esticou a perna e deslocou o goleiro para balançar a rede. No último minuto, Moisés completou cruzamento de Zé Roberto e fez 2 a 0.

Sem torcida

Os torcedores uruguaios só começaram a entrar no Estádio Centenário durante o intervalo. Dessa forma, Palmeiras e Libertad se enfrentaram com as arquibancadas praticamente vazias (alguns palmeirenses assistiram à partida).

No segundo tempo, já era possível ouvir os gritos dos espectadores -- Nacional-URU e Peñarol mediram forças em seguida. Além disso, o gramado no estádio uruguaio estava longe das condições ideais.

FICHA TÉCNICA

PALMEIRAS 2 X 0 LIBERTAD
 
Local: Estádio Centenário, em Montevidéu (Uruguai) 
Data: 20 de janeiro de 2016, quarta-feira
Hora: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Andrés Cunha (Uruguai)
Assistentes: Horacio Ferrero e Andrés Castro (ambos do Uruguai)
Cartão amarelo: Molinas (Libertad)
 
Gols: Allione, aos 36, e Moisés, aos 46 minutos do segundo tempo.
 
PALMEIRAS: Fernando Prass; Lucas, Edu Dracena, Leandro Almeida e Zé Roberto; Matheus Sales (Thiago Santos), Arouca (Moisés), Robinho (Allione), Dudu e Gabriel Jesus (Erik); Alecsandro (Cristaldo). Técnico: Marcelo Oliveira.
 
LIBERTAD: Muñoz; Moreira, Balbuena, Benítez e Báez; Aquino, Molinas, Salcedo, Leichtweis (Medina) e Salcedo; Zeballo (Recalde). Técnico: Eduardo Rivera

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos