Shakhtar pede joia do Flu e emperra negociação por Wellington Nem

Bernardo Gentile

Do UOL, no Rio de Janeiro

Fluminense e Shakhtar Donetsk seguem em negociação por Wellington Nem. O atacante brasileiro quer voltar para o clube das Laranjeiras, que já tem tudo acertado com o jogador. Falta a liberação dos ucranianos, que não querem sair de mão abanando. Assim, o Tricolor enviou uma lista de atletas que podem ser envolvidos na negociação e um deles agradou.

Trata-se de Danielzinho. O jovem apoiador agradou em cheio os ucranianos, porém uma divergência emperrou as negociações. Isso porque o Shakhtar quer o jovem apoiador em definitivo para liberar Wellington Nem. O Fluminense considera a proposta muito ruim, já que aposta muito no atleta recém-promovido das categorias de base.

Para o Fluminense, a saída é a liberação de Wellington Nem em troca de um empréstimo de Danielzinho em um período curto. Assim, caso os ucranianos queriam ficar com o jogador em definitivo, após a cessão temporária, terima que fazer uma oferta pelo apoiador.

Assim como ocorreu com Gérson, o Fluminense tem 75% dos direitos econômicos de Danielzinho. O jogador, inclusive, foi companheiro do jogador, atualmente na Roma, nas categorias de base. Se o companheiro se tornou o camisa 10 do Tricolor nos profissionais, era Danielzinho quem usava o número quando mais jovens.

Isso prova o quanto o Fluminense espera e confia no jogador. Ele tem se destacado nos treinamentos na pré-temporada nos Estados Unidos e arrancou elogios do técnico Eduardo Baptista. "Temos também o Daniel, que o Fluminense está fazendo um trabalho de ganho de massa muscular. É um talento a ser trabalhado, ainda precisa evoluir. Ainda não é o camisa 10 do Fluminense, mas tem talento", disse o comandante tricolor.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos