Malcom revela choro e telefonema da mãe em despedida de Gil no Corinthians

Dassler Marques

Do UOL, em Orlando (Estados Unidos)

Não é só a torcida corintiana que ficará órfã do zagueiro Gil. Entre os principais defensores do Corinthians no século, o novo jogador do Shandong-CHN também emocionou um de seus principais amigos do elenco alvinegro. O atacante Malcom, em entrevista ao UOL Esporte, relatou a despedida.

"Eu estava dormindo. Ele bateu na porta do quarto, desesperado, chorando", contou sobre o último adeus na terça-feira. Pouco depois, Gil deixou a delegação corintiana em Orlando e voltou ao Brasil para assinar contrato por quatro anos. 

Na entrevista, Malcom comenta sobre a importância do zagueiro para os mais jovens do elenco que encontraram, no experiente defensor, uma referência de segurança em campo. Em sua terceira temporada nos profissionais do Corinthians com somente 18 anos, fala ainda sobre vários outros assuntos.  

Confira a entrevista exclusiva com Malcom na íntegra:

DESPEDIDA DE GIL
Eu estava dormindo. Ele bateu na porta do quarto, desesperado, chorando, (para dizer) obrigado por tudo. Agradeci a ele e fiquei surpreso. A gente sabia que estava para acontecer (de sair). Fico feliz pela família dele ficando melhor (financeiramente). Minha mãe falou com ele também, se emocionou, para mim ele vai ficar no coração para sempre. Ele falou que estava se despedindo, indo embora, e chorando por não poder mais. Só disse obrigado, a gente se emocionou, só tenho a agradecer a ele por tudo. Agora é falar por Whatsapp, Facetime. Acompanhar ele de longe agora.

ACOLHEU OS GAROTOS
Da mesma forma que ele foi quando vim para cá, que ele seja para os garotos que estiver lá na China. Que ele seja da mesma forma, é sensacional. O cara era um exemplo para mim, dentro e fora de campo, foi o cara que me acolheu, que me trouxe diante do grupo quando cheguei. Foi o primeiro cara. 

LIDERANÇA DO ZAGUEIRO
No nosso time todos são importantes, por isso não tem capitão. Mas, para mim, ele era um líder dentro do grupo. É um cara de grupo, que consegue lidar com qualquer tipo de pessoa, humilde ou não. Dá risada e dá dura na hora certa. É um exemplo para nós. Quando eu for mais velho, vou pegar o exemplo dele para fazer com outros garotos o que fez comigo. Às vezes, os garotos ficam meio tímidos e não conseguem treinar. Isso faz o garoto jogar.

A IMPORTÂNCIA DA EXPERIÊNCIA
Sempre na hora da partida, estamos no vestiário conversando. Você olhar o Gil, o Elias, o Danilo então nem se fala. Ficar agora sem outro experiente é meio difícil, mas o Corinthians tem o seu perfil de jogo e não vai mudar. Entra peça e sai peça (e não muda). Ele vai fazer falta, é um zagueiro de excelente qualidade, de seleção brasileira e foi o melhor da temporada passada. Faz um pouco de falta, mas vamos nos encaixar aqui.

AMADURECIMENTO
Não me sinto experiente, tenho muito que aprender no dia a dia. Experiente vou ser quando tiver 30, ou de 25 para cima. Estou aprendendo, quero aprender mais com eles ali, mas me sinto mais tranquilo quando a bola chega. Na primeira temporada a bola rebatia, sobrava, agora consigo dominar para mim, tranquilo, sem pressão nenhuma. Também espero fazer o dobro de gols do que fiz ano passado.

PASSATEMPO NA CONCENTRAÇÃO
O Guilherme Arana (colega de quarto) e eu temos bastante conversa para passar o tempo. É aquela conversa de antigamente, de que zoava todo mundo na base. Eu também chamo a mãe todo dia, porque não consigo ficar sem ela. Falo no Facetime com os amigos e as amigas, com todo mundo. Também jogamos videogame no quarto do Fagner e do Uendel. Junta a galera e vai lá para jogar futebol.

EPISÓDIO DA CNH
Estou bem tranquilo, esperando passar o tempo para tirar carta de novo. Em relação a isso foi resolvido, ninguém está falando mais. Estou tranquilo e com a cabeça boa sobre isso.

NR.: Malcom teve o direito de dirigir suspenso por irregularidades em sua Carteira Nacional de Habilitação. 

TITE EM MEIO AO DESMANCHE
O Tite continua o mesmo. Ele não conversa sobre o momento dele. Ele desabafa com a família, com filhos dele. Na hora do treino, ele continua bem tranquilo e focado, ajudando a gente também. Quem chegar vai ser bem recebido por todos e vai ser mais um para somar e batalhar no dia a dia. 

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos