Uefa adia eleição de presidência até julgamento de recurso de Platini

Do UOL, em São Paulo

  • AP Photo/Keystone/Salvatore Di Nolfi

    Michel Platini recorreu da decisão da Fifa de suspendê-lo por oito anos

    Michel Platini recorreu da decisão da Fifa de suspendê-lo por oito anos

A Uefa anunciou que não vai fazer novas eleições presidenciais até que o recurso do ex-mandatário, Michel Platini, seja julgado, e disse esperar que o nome do dirigente "fique limpo". O francês apelou da decisão da Fifa de bani-lo do futebol por oito anos por corrupção.

"O comitê executivo da Uefa decidiu que não haverá marcação de eleição presidencial até que os órgãos de apelação da justiça esportiva, incluindo potencialmente a Corte Arbitral do Esporte, tenham tomado uma decisão sobre a suspensão de Michel Platini", disse o comunicado da entidade.

"Nós esperamos que seu nome fique limpo e que ele volte à família europeia do futebol o mais rápido possível", continuou o texto.

Em 21 de dezembro, Platini e o ex-presidente da Fifa, Joseph Blatter, foram punidos com oito anos de suspensão pelo comitê de ética da federação. Antes de seu envolvimento em casos de corrupção na Fifa, o francês era visto como grande favorito à sucessão de Blatter.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos