Grêmio desconversa sobre negociação com Robinho: "Não descarto"

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

  • Friedemann Vogel/Getty Images

Robinho foi o assunto mais falado na Arena do Grêmio, neste sábado (23), antes e depois do amistoso contra o Danubio-URU. Desde torcedores até dirigentes. A cúpula manteve a postura de não admitir publicamente as tratativas e se limitou a citar condições para uma negociação envolvendo salários acima do teto.

"Não vou descartar e nem confirmar. O Grêmio tem ética e não se atravessa em negócios que já estão em andamento. Evidente que teríamos interesse em um nome como o Robinho, que dispensa apresentações, mas a informação que temos é dele perto do Santos", disse César Pacheco, vice de futebol do Grêmio.

Apesar do discurso, o Grêmio sabe das pedidas de Robinho. Procura maneiras de viabilizar um acordo. Um plano de marketing, para explorar a imagem do jogador, é o caminho preferido. Mas o clube gaúcho entende que esta demanda precisa ser elaborada pelo estafe do atleta.

"Um plano de marketing sempre pode ser uma alternativa. Quem vier, tem de se encaixar no nosso teto salarial. Se o jogador já vier com esse plano de marketing, melhor. Não se descarta essa possibilidade em nenhum caso", afirmou o dirigente.

Após a partida, o técnico Roger Machado afirmou não ter posição da diretoria sobre o caso. Mas no final da resposta, ligou o nome de Robinho ao status que o Grêmio procura para a disputa da Copa Libertadores.

"O que a gente deseja, primeiramente jogadores que dê alternativas que a gente deseja. E que venha sabedor que a Libertadores é uma vitrine muito importante. É muito bom jogador e a gente quer ganhar. E para ganhar, por vezes você precisa de jogadores com poder de decisão também", comentou o treinador.

Robinho pede R$ 600 mil por mês e garantias de que não terá o salário atrasado. Em política de austeridade financeira desde 2015, o Grêmio tem sido rígido nas negociações – tanto que perdeu diversas disputas nos últimos meses. Até por isto, o acréscimo de um plano de marketing é tratado como vital.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos