Site vaza contrato e mostra cláusula do Real para vetar Özil na Espanha

Do UOL, em São Paulo

  • Pedro Armestre/AFP Photo

    Documento prevê pagamento ao Real Madrid de lucros em possível transferência

    Documento prevê pagamento ao Real Madrid de lucros em possível transferência

O Real Madrid só aceitou negociar Mesut Özil com o Arsenal se o clube inglês dificultar um acordo do meia-atacante com o futebol espanhol no futuro.

A condição foi revelada pelo site Football Leaks, que divulgou nesta segunda-feira o contrato de Özil com o time londrino. Segundo o documento apresentado, caso um clube espanhol faça uma oferta pela contratação do jogador, o Real Madrid deve ser avisado para cobrir o valor em 48 horas.

Reprodução
Contrato de Özil dificulta possível transferência para clubes espanhóis
A restrição seria, segundo o jornal catalão Sport, um veto ao Barcelona. "Não há uma referência explícita ao Barcelona, mas dadas as quantidades que seriam exigidas em um transferência destas características, só o clube azul-grená parece disposto a enfrentar uma operação assim", descreve o jornal.

Mesmo se um acordo entre Arsenal e Real Madrid facilitar a saída de Özil para outro clube, o Real deve lucrar. Por contrato, caso o alemão seja vendido mais de 50 milhões de euros (valor que os espanhóis pagaram pelo atleta ao Werder Bremen em 2010, a diretoria do clube espanhol receberá 33% da diferença na multa rescisória.

A exemplo do que aconteceu em outras transferências, como a de Gareth Bale ao Real Madrid, o contrato divulgado também apresentou discrepâncias no valor pago pelo jogador e no que foi divulgado na época. Segundo o contrato, o Arsenal pagou 44 milhões de euros pelo atleta; em 2013, o preço divulgado foi de cerca de 52 milhões de euros.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos