Mecenas largou Flu e Vasco, mas patrocina time de Ronaldo nos EUA

Bernardo Gentile

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Divulgação/Strikers

Um dos principais investidores do futebol carioca nos últimos anos, o empresário Neville Proa, dono da Viton 44, não resistiu à forte crise econômica brasileira e decidiu abandonar os patrocínios de Vasco e Fluminense, com quem tinha contrato até o fim de 2016. O fim da injeção financeira, porém, está restrita aos times do Rio de Janeiro já que a empresa foi anunciada recentemente como patrocinador máster do Strikers, time de Ronaldo nos Estados Unidos.

O Fluminense já acumula R$ 7 milhões em dívidas a receber da Viton. O valor, porém, é inferior ao que o clube embolsará, já que a multa rescisória, cuja a quantia não foi divulgada, é bem superior. Assim, a diretoria do Tricolor e Neville Proa buscam um acordo intermediário para dar fim à parceria iniciada em 2015.

Com relação mais amistosa, o Vasco também tem dinheiro a receber da Guaraviton. Entretanto, o empresário tem a palavra do presidente Eurico Miranda que o acordo válido até o fim de 2016 está encerrado mediante a um pedido da patrocinadora. A informação foi confirmada pela diretoria cruzmaltina.

O Flamengo tinha acordo com a empresa até o fim de 2015 e não renovou o contrato. Situação parecida com o que ocorreu com o Botafogo, só que em 2014. Segundo Proa, a Viton 44 teve queda de vendas acentuadas durante o inverno e teve que demitir 170 funcionários, o que representa 23% do total da empresa.

A crise, no entanto, não impediu Neville Proa de inaugurar a Amazon Jungle, sua fábrica em Miami, nos Estados Unidos. O empresário tem como objetivo internacionalizar o produto e por isso decidiu patrocinar uma equipe de futebol local. Ciente dos investimentos feitos no Brasil, Ronaldo não perdeu tempo e fez o meio campo para que a empresa fechasse com o Strikers, do qual é dono.

"O anúncio desta parceria é um momento histórico para o Strikers. Ambas as marcas compartilham os mesmos objetivos e estamos tomando as medidas certas para dominar e expandir os nossos mercados. A magnitude desta parceria é uma prova de nosso crescimento como um clube", disse Luis Cuccatti, dirigente do Strikers no anúncio oficial.

A parceria tem como objetivo também tornar a marca do clube americano mais conhecida no Brasil. Há no projeto a previsão de exposição em placas de publicidade em jogos do Campeonato Carioca e da Série B. Além disso, o acordo dá o direito da Viton 44 criar e vender produtos com a marca do Strikers para ser vendido no Rio de Janeiro.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos