Torneio amistoso mostrou ao Palmeiras velhos problemas e novas alternativas

Do UOL, em São Paulo

  • Cesar Greco/Ag Palmeiras

    Erik foi um dos destaques do Palmeiras durante passagem pelo Uruguai

    Erik foi um dos destaques do Palmeiras durante passagem pelo Uruguai

O Palmeiras encerrou neste sábado a disputa da Copa Antel, torneio amistoso no Uruguai. Foram duas partidas, diante do Libertad, do Paraguai, e do Nacional, do país sede; uma vitória e um empate, com derrota na disputa de pênaltis. Os confrontos trouxeram as primeiras lições de 2016 para o técnico Marcelo Oliveira: alguns problemas mostrados ainda em 2015 continuam; por outro lado, o time claramente ganhou força e opções no elenco para combatê-los.

Em ambos os jogos o Palmeiras mostrou a mesma dificuldade da temporada passada: poucas vezes a equipe conseguiu sair do campo de defesa com a bola pelo chão. A transição entre defesa e ataque teve problemas, e dificultou a criação de chances. Dessa vez, porém, os jogadores de defesa procuraram trocar mais passes e só deram chutões quando os atacantes adversários apertavam a marcação.

Dudu mostrou que continua sendo um dos jogadores intocáveis entre os titulares: chegou a acertar o travessão contra o Libertad, e foi um dos jogadores que mais tentaram articular jogadas de ataque diante do Nacional. O técnico Marcelo Oliveira realizou várias substituições e testou as opções no elenco – encontrou boas alternativas.

Os destaques do primeiro confronto foram três reservas -. O meia Allione abriu o placar do jogo no segundo tempo, após tabela entre dois contratados para 2016: Moisés e Erik. No lance, o meia-atacante recebeu do meio-campista e, na velocidade, carregou a bola e tocou em profundidade para Allione, que bateu na saída do goleiro. No último minuto, Moisés, que atuou de segundo volante, fechou o placar de cabeça.

Na segunda partida, mais uma vez, substituições melhoraram o desempenho do time. Matheus Sales, Allione, Rafael Marques e Gabriel Jesus entraram na segunda etapa – o jovem atacante quase balançou as redes.

Substituto de Barrios, que ficou no Brasil para aprimorar a parte física e realizar uma cirurgia na boca, Alecsandro pouco fez. O atacante ficou distante dos jogadores da linha de três do meio-campo, nas duas partidas. Cristaldo, por sua vez, também não conseguiu finalizar nenhuma vez – só entrou na primeira partida. Neste cenário, Erik surge como boa alternativa para Marcelo Oliveira.

O Palmeiras chegou ao Uruguai na última terça-feira. Além das duas partidas disputadas pelo torneio amistoso, o time alviverde fez um jogo-treino com o River Plate-URU. No duelo, Erik voltou a brilhar ao concluir cruzamento de Victor Luis. Apenas com os reservas em campo, o Palmeiras ainda marcou três gols, com Rafael Marques, Régis e Thiago Santos.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos