Damião terá de pagar R$ 65 mi para deixar o Santos. Advogado irá recorrer

Marcello De Vico e Vinícius Segalla

Do UOL, em Santos e em São Paulo

  • Mauro Horita/Agif

    Damião está em Sevilha para assinar com o Betis. Mas novela continua

    Damião está em Sevilha para assinar com o Betis. Mas novela continua

A novela Leandro Damião continua. O atacante agora corre contra o tempo para acertar com um novo clube. Isso porque uma decisão do Tribunal Superior do Trabalho (TST) publicada no início da noite desta terça-feira exige que o jogador pague R$ 65 milhões ao Santos para que ele assine contrato com outra agremiação.

Leandro Damião está em Sevilha, na Espanha, desde segunda-feira, quando chegou à cidade para assinar com o Betis. Porém, com a nova decisão do TST, ele está impedido de fechar com outro clube. Vale lembrar que a janela de transferências para a Europa fecha em 1º de fevereiro. Portanto, o atacante tem menos de uma semana para reverter a situação.

Em entrevista ao UOL Esporte, o advogado de Leandro Damião que cuida do caso, Roberto Siegmann, informou que irá recorrer da decisão e que uma nova audiência acontecerá na próxima sexta-feira, em Brasília. Confiança não falta a Siegmann.

"Estou confiante que a situação permanecerá favorável ao jogador. É apenas mais um passo nessa longa novela que já envolve seis medidas judiciais, sendo que o Damião ganhou todas até agora", afirmou.

Anteriormente à decisão desta terça, Leandro Damião tinha obtido liminar no Tribunal Superior do Trabalho, em Brasília, determinando a publicação da rescisão de seu contrato com o Santos. O time paulista recorreu e chegou a conseguir definir multa (de até 200 milhões de euros) para transferência futura, mas o TST reduziu o valor e derrubou a decisão favorável ao clube da Vila Belmiro.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos