Gerson bate pé, convence Roma e segue no Flu até o meio de 2016

Bernardo Gentile e Pedro Ivo Almeida

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Nelson Perez/Fluminense FC

O Fluminense conseguiu um reforço inesperado. Contratado pela Roma em 2015, Gérson estava na Europa desde dezembro. Entretanto, o jogador não faz parte dos planos do time italiano por conta do excesso de jogadores estrangeiros no elenco. Assim, ele convenceu o novo clube a deixar seguir no Tricolor até o meio do ano, quando será aproveitado.

A negociação não chega a ser um empréstimo, já que ele tinha apenas um pré-contrato assinado com a Roma. No papel, Gerson ainda é jogador do Fluminense, o que facilitou o retorno do atleta às Laranjeiras. Isso na teoria, porque na prática, a Roma queria que o apoiador ficasse treinando na Itália para se habituar ao futebol local.

Gerson não gostou da ideia e pediu para voltar ao Fluminense, o que foi negado inicialmente. A Roma fez pressão para que ele seguisse na Itália. A vontade do jogador, no entanto, prevaleceu após muita insistência. Assim, o apoiador está de volta ao Tricolor até o meio do ano, quando o contrato com a equipe europeia será validado.

Gerson foi vendido para a Roma por 16 milhões de euros (cerca de R$ 60 milhões), que serão pagos em quatro parcelas até o fim de 2016. Dessa quantia, o Fluminense ficou com R$ 42 milhões. Essa foi a maior venda da história do Tricolor.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos