Inter e Alisson esperam fim da janela na Europa para assinar com a Roma

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

  • André Mourão / MoWA Press

    Goleiro já tem acerto com a Roma e deixará o Internacional em agosto

    Goleiro já tem acerto com a Roma e deixará o Internacional em agosto

Alisson vai deixar o Internacional em 2016, mas o negócio que o levará para a Roma-ITA ainda não está no papel. A saída do goleiro será acertada nas próximas semanas, após o fechamento da janela de transferências da Europa, mas só vai tirá-lo do Beira-Rio depois dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em julho.

A janela europeia se fecha no próximo dia dois de fevereiro. Na Itália, o jornal Gazzetta Dello Sport afirma que a Roma trata a conclusão da transferência como uma prioridade para as próximas semanas.

O Inter diz apenas que a negociação segue em andamento, mas sabe que terá maior atenção dos italianos assim que a janela de transferências dentro da Europa se fechar. Aí, a troca de documentos e acerto nos termos ficará mais fácil.

"Ainda não tenho novidade, lógico que tenho de estar a par de toda a situação. Meu empresário ainda não trouxe novidade, sei que ele voltou (ao Brasil). Creio que nas próximas semanas vamos ter uma definição", disse Alisson após a estreia do Inter na Primeira Liga, diante do Coritiba.

Alisson tem contrato com o Internacional até novembro deste ano e em dezembro, chegou a se irritar com as conjecturas de que poderia sair do clube por meio de um pré-contrato. Naquele período, a diretoria do clube gaúcho reclamou da postura do empresário do jogador e disse que negociava a transferência. O procurador do goleiro também se mostrou insatisfeito com os dirigentes.

Em dezembro, a informação foi de que a Roma apresentou proposta de 5 milhões de euros (R$ 22,3 milhões na cotação atual) pela fatia dos direitos econômicos de Alisson que pertencem ao Inter. A Juventus, por intermédio do fundo Doyen Sports, ofertou 8 milhões de euros (R$ 35,7 milhões) pelo todo.

A equipe de Turim perdeu a disputa pela diferença na divisão do dinheiro e também pela condição no elenco. Em Roma, o goleiro entende ter mais chances de atuar como titular e se manter na seleção brasileira. Na Itália, agora, o valor do negócio já é citado como 7 milhões de euros (R$ 31,2 milhões).

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos