O que vem atrasando a vida do Corinthians no mercado da bola

Pedro Lopes

Do UOL, em São Paulo

  • Natacha Pisarenko / AP

    Sebastian Blanco, do San Lorenzo, disputa bola com Denilson, do São Paulo, na Libertadores de 2015

    Sebastian Blanco, do San Lorenzo, disputa bola com Denilson, do São Paulo, na Libertadores de 2015

Após perder jogadores importantes em quase todas as posições, o Corinthians se voltou para o mercado da América do Sul. Além de buscar um zagueiro, negocia para trazer o meia atacante Sebastián Blanco – os planos, entretanto, têm sido atrasados pela alta do dólar e pelo jogo duro dos argentinos na negociação.

Blanco pertence ao San Lorenzo, que não tem feito nenhum esforço para facilitar a saída de seus principais jogadores. A exemplo do que fez com o lateral Buffarini, alvo do rival São Paulo, o clube argentino adota uma postura dúrissima para negociar o meia.

A primeira oferta corintiana, de dois milhões de euros, foi recusada. A segunda, de três, também. Nesse processo se passaram quase duas semanas, com a estreia corintiana no Paulistão se aproximado. Os dois lados finalmente chegaram a um acordo verbal por cerca de 3,5 milhões, mas aí surgiu um segundo obstáculo.

Blanco recebe na Argentina cerca de um milhão de dólares líquidos por ano – cerca de 83 mil dólares por mês. É um salário normal para um jogador considerado de ponta no futebol argentino, e, até pouco tempo atrás, algo dentro da realidade dos clubes grandes brasileiros.

Em 2014, esse valor equivaleria a 200 mil reais mensais; no começo do ano passado, a 214 mil. Atualmente, com a alta dólar, equivale a quase 350 mil reais.

350 mil é o que o Corinthians está disposto a pagar ao jogador, bruto. Blanco, entretanto, quer manter pelo menos o que recebe na Argentina: esse valor líquido, já abatidos todos os impostos. Isso significaria para o Corinthians gastar por mês quase 500 mil.

O estafe do jogador acredita que uma definição só ocorrerá na semana que vem. O Corinthians ainda procura, além do meia e de um zagueiro, um centroavante.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos