Roger Machado abre temporada contra 'maldição' que afetou Luxa e Felipão

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

  • Lucas Uebel/Divulgação/Grêmio

    Roger Machado luta contra maldição de repetidas demissões de técnicos no Grêmio

    Roger Machado luta contra maldição de repetidas demissões de técnicos no Grêmio

Não é Pedro Geromel, Luan ou Douglas. A principal estrela do Grêmio para 2016 até agora é Roger Machado. O treinador responsável por pegar um grupo considerado insuficiente por Felipão e levar ao terceiro lugar no Brasileiro começa o ano em competições oficiais nesta quinta-feira, diante do Avaí, às 21h45, em Chapecó, pela Primeira Liga. E de quebra precisará encarar uma 'maldição' que já assombrou Luxa, Renato Gaúcho e até mesmo seu antecessor. 

Há oito anos o último treinador começava e terminava uma temporada no comando do Grêmio. No distante 2007, Mano Menezes foi o último a comandar a equipe durante a pré-temporada, disputar todas as competições do ano, com vice-campeonato da Libertadores, título gaúcho e 6º lugar no Brasileiro, e encerrar a disputa. Então, decidiu-se por comandar o Corinthians, que havia acabado de cair para Série B, casualmente no confronto com o Grêmio comandado por ele. 
 
Desde então, um por um, os técnicos que começaram as temporadas acabaram caindo antes do fim. Em 2008 foi Vágner Manicini. Contratado como substituto de Mano, foi demitido invicto após uma vitória por 1 a 0 diante do Jaciara pela Copa do Brasil. Veio Celso Roth, que comandou o time no restante das disputas chegando ao vice-campeonato brasileiro. 
 
Em 2009, Roth começou a temporada e mesmo com a melhor campanha da primeira fase da Libertadores acabou demitido após perder para o Internacional nas finais do Estadual. Marcelo Rospide e depois Paulo Autuori comandaram o time. 
 
Com a saída de Autuori, que assumiu um clube asiático, 2010 iniciou-se sob comando de Silas Pereira. O ex-meia, contudo, não durou mais que um semestre. Foi campeão estadual, chegou às semifinais da Copa do Brasil caindo para o Santos de Neymar, Ganso e companhia, mas começou mal o Brasileiro e deu lugar a Renato Gaúcho. 
 
O ex-atacante classificou o time para a Libertadores de 2011 e começou a temporada. Porém jamais teve respaldo da direção e acabou demitido após perder a final do Gauchão para o Internacional e cair nas oitavas de final da Libertadores. Chegou Julinho Camargo, que durou apenas um mês, e Celso Roth voltou para tocar o restante do ano. 
 
Em 2012, Caio Júnior foi contratado como nova aposta gremista. Não deu certo. Foi demitido em fevereiro após mau desempenho do time no começo do Gauchão. Vanderlei Luxemburgo assumiu e acabou conquistando classificação para a Libertadores seguinte.
 
Luxa começou 2013, mas sofreu exatamente o mesmo que Renato. Não tinha apoio da direção e acabou demitido após queda na Libertadores e ficar fora das finais do Gauchão. Voltou Renato Gaúcho e levou o time novamente à Libertadores. 
 
Mas Renato, desta vez, preferiu não ficar para o ano seguinte. Enderson Moreira foi contratado e teve o mesmo destino dos antecessores. Caiu da Libertadores, perdeu Estadual e acabou conhecendo a porta da rua. Felipão assumiu e não conseguiu vaga para a Libertadores do ano passado. 
 
Em 2015, Scolari não suportou o mau desempenho no começo do ano e logo no princípio do Brasileiro foi substituído por Roger Machado, que levou o time à Libertadores e renovou contrato pelos próximos dois anos. 
 
Com trabalho considerado exemplar e repetidos elogios internos e externos pela metodologia de treinamentos aplicados ao grupo, Roger remará contra a marca de demissões do Tricolor. Nesta quinta-feira, abre a temporada diante do Avaí. O time reserva será utilizado. Marcelo Grohe será representante isolado dos titulares. 
 
O adversário, enquanto isso, passa por uma forte crise interna, com atraso de pagamentos e torcida pressionando para renúncia de presidente. Em campo, apenas uma dúvida. Judson será titular se recuperar-se das dores no púbis. Caso contrário dará lugar a Lucas Fernandes. 
 
FICHA TÉCNICA
AVAÍ X GRÊMIO
Data e hora: 28/01/2016 (Quinta-feira), às 21h45 (Brasília)
Local: Arena Condá, em Chapecó (SC)
Transmissão na TV: Sportv
Árbitro: Erik Giovanni Fernandes 
Auxiliares: Marcyano Pires de Lima e Leandro Salvador Silva
AVAÍ: Renan; Renato, André, Gabriel e Vitor Costa; Judson (Lucas Fernandes); João Filipe, Caio César e Diego Jardel; Romulo e William.
Técnico: Raul Cabral
GRÊMIO: Marcelo Grohe; Wesley, Rafael Thyere, Bressan e Marcelo Hermes; Edinho, Moisés, Ramiro, Lincoln e Pedro Rocha; Bobô. 
Técnico: Roger Machado
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos