SP fecha contrato e compra capitão do time sub-20: "Espero fazer história"

Guilherme Palenzuela

Do UOL, em São Paulo

  • Felipe Espindola/saopaulofc.net

O São Paulo exerceu o direito de compra no contrato de empréstimo do volante Matheus Banguelê, 19, e fechou na manhã desta quinta-feira a aquisição dos direitos econômicos do jogador, capitão do time sub-20 na campanha da Copa São Paulo deste ano e no título da Copa do Brasil de 2015.

"Eu tinha colocado como objetivo fazer meu melhor porque sabia que seria consequência eu ser contratado ou conquistar títulos. Chegar à essa altura do campeonato e ser atleta oficial do São Paulo é gratificante para mim, eu sinto a sensação de dever cumprido. Vem dando tudo certo na minha carreira aqui dentro. Espero fazer história nesse ano, subir para o profissional e fazer história lá também", falou Banguelê, depois de assinar contrato com duração de três anos com o São Paulo.

Banguelê estava registrado no São Jose-RS e foi emprestado ao São Paulo em março de 2015, com opção de compra com valor fixado no contrato, que se encerraria no próximo domingo. Durante os meses no CT de Cotia, das categorias de base são-paulina, foi um dos atletas de maior destaque e acabou se tornando o capitão do time.

Depois da Copa São Paulo, três dos jovens que participaram do torneio foram convocados para um treino entre os profissionais: o meia Lucas Fernandes, o atacante Joanderson e o próprio Banguelê. Ainda não foi promovido ao elenco principal, mas já foi aberto caminho para a possibilidade.

Campeão da Copa do Brasil sub-20, Banguelê viu a torcida do São Paulo gritar seu nome no Morumbi depois de levantar o troféu da competição. Agora, o jovem relembra o momento com alegria e diz que manterá o estilo simples dentro e fora de campo, "sem inventar", para conseguir progredir no clube.

"Ter a torcida gritando meu nome, para mim, foi algo que nunca vivi antes. Não tem nem como descrever a sensação, coisa sem explicação. Meu objetivo dentro do clube nesse novo ciclo que se inicia é continuar fazendo meu trabalho na base com humildade e simplicidade e, tendo a oportunidade no profissional, não fazer diferente do que faço aqui. Não inventar muitas coisas, não tem segredo. É trabalhar duro, firme. Eu busco fazer história aqui dentro", completou. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos