SP não atende pedido de Bauza e pode ficar sem reforço no meio de campo

Guilherme Palenzuela

Do UOL, em São Paulo

No último dia 15 o técnico argentino Edgardo Bauza concedeu entrevista coletiva e repetiu o que havia dito sobre o planejamento do elenco na data de sua apresentação: "Estamos buscando um jogador por linha. Outro zagueiro central, um volante e um atacante", disse o treinador, mesmo depois das contratações de Diego Lugano, Eugênio Mena e Kieza. O outro atacante chegou – é Jonathan Calleri –, mas a carência no meio campo não deverá ser resolvida.

Segundo informado pela diretoria do São Paulo na última terça-feira, os esforços estavam depositados na contratação do lateral direito Julio Buffarini para ser o último reforço de 2016. Até aqui, porém, não houve evolução e, segundo o Blog do PVC, não haverá.

A carência no meio de campo, linha do campo para qual nenhum reforço foi contratado, se exemplifica na escalação testada por Edgardo Bauza desde o primeiro treino tático no CT da Barra Funda: Hudson e Thiago Mendes como volantes, e Michel Bastos, Ganso e Centurión na linha ofensiva. Reserva e alternativa para diferentes posições em 2014 e 2015, Hudson começa 2016 como titular absoluto na condição de primeiro volante, função que o São Paulo não conseguiu reforçar.

Depois da vitória sobre o Boa Esporte por 1 a 0 em jogo-treino realizado no Pacaembu na última terça-feira, Hudson admitiu saber que o São Paulo busca um reforço para sua posição, mas afirmou que ficaria muito feliz se a titularidade se confirmasse: "Conforto não tem, porque tem jogadores como Wesley e João Schmidt, São Paulo está em busca de outro jogador, o que é natural. Isso está sendo bom para mim, serve para me dar confiança e ritmo de jogo. Se o Bauza acreditar que posso desempenhar a função, vou ficar muito feliz", falou.

A diretoria do São Paulo afirma que não encontrou no mercado alternativas viáveis até aqui para reforçar o setor defensivo do meio de campo. Apesar de provavelmente perder o prazo de inscrição do Paulistão, o São Paulo não vai encerrar a busca por reforços e levará em conta a possibilidade de inscrever um jogador apenas na Copa Libertadores até o meio de abril.

A estreia do São Paulo no Paulistão acontece contra o Red Bull Brasil, no sábado, no Moisés Lucarelli. Para a partida, Edgardo Bauza só deverá usar um dos quatro reforços contratados para 2016: o chileno Eugenio Mena, já titular da lateral esquerda. Kieza, atacante, deve compor o banco de reservas. Diego Lugano e possivelmente Jonathan Calleri ainda serão preservados pelo núcleo de preparação física.

O São Paulo deverá entrar em campo no sábado com: Denis; Bruno, Rodrigo Caio, Breno e Mena; Hudson e Thiago Mendes; Michel Bastos, Ganso e Centurión; Alan Kardec. A estreia na Libertadores será na próxima quarta-feira, no Peru, contra o Cesar Vallejo. O jogo é válido pela primeira fase da competição – a partida de volta ocorre no Pacaembu, no dia 10, porque o Morumbi passa por reformas no gramado. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos