Giovanni Augusto antecipa clubes e confirma acerto com o Corinthians

Victor Martins

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Bruno Cantini/Atlético-MG

    Giovanni Augusto segue neste sábado para São Paulo, para fazer exames e assinar com o Corinthians

    Giovanni Augusto segue neste sábado para São Paulo, para fazer exames e assinar com o Corinthians

Atlético-MG e Corinthians ainda não oficializaram a transferência de Giovanni Augusto. Mas o meia se antecipou aos dois clubes e já falou como jogador corintiano, inclusive, revelando que tem passagem comprada para São Paulo. Com embarque previsto para este sábado, às 7h30, no Aeroporto Internacional Tancredo Neves, Giovanni Augusto se despediu dos companheiros e deu a última entrevista como jogador do Atlético.

"Foi rápido. Apareceu um comentário enquanto a gente estava lá na Flórida, mas as coisas aconteceram mesmo de ontem para hoje, foi muito rápido. Só tenho que agradecer ao Atlético, que me abriu as portas, desde as categorias de base, sempre me tratou muito bem e sempre deu toda a estrutura que um jogador precisa. Tenho essa gratidão eterna com o clube e com a torcida", comentou o jogador, que explicou os motivos para aceitar a proposta do Corinthians.

"Não foi uma decisão fácil. Muitas pessoas dependem de mim, minha família é grande lá em Belém. Era uma proposta irrecusável, tanto para mim quanto para o Atlético. O presidente (do Atlético, Daniel Nepomuceno) queria eu continuasse, a gente conversou bastante, mas pesou muito um problema particular que tive aqui em Belo Horizonte e isso pesou para que eu fechasse com o Corinthians".

Não foi apenas sobre a sua situação que Giovanni Augusto antecipou a Atlético e Corinthians. O meia também falou de André e citou o atacante como um companheiro em mais um clube. "Vou chegar conhecendo alguns jogadores, como o Edílson, que é um grande amigo. Tem o Lucca, um atacante que é amigo da época de Criciúma. Tem o Guilherme, que jogou comigo aqui no Atlético e tem o André, que está praticamente certo", entregou Giovanni, que depois tentou amenizar.

"Posso responder por mim. Não sei nada sobre a situação do André. Minha situação não tem ligação com a dele, são coisas diferentes".

Entre explicações, despedidas e antecipações, Giovanni Augusto falou também sobre o fato de vestir a camisa do Corinthians. Algo que ele havia previsto logo após marcar o primeiro gol da Arena Corinthians, em 2014, ainda como jogador do Figueirense.

"O Corinthians é um grande clube. Pode perguntar a qualquer jogador do Brasil, todos têm o desejo de jogador no Corinthians. Lógico, respeitando a camisa do Atlético, que também é um grande clube, mas o Corinthians é o maior clube do Brasil. Eu que sou lá do Norte, o Corinthians é muito forte".

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos