Mesmo banido, Blatter quer participar de eleições da Fifa

Do UOL, em São Paulo

  • Arnd Wiegmann/Reuters

    Joseph Blatter terá recurso julgado dez dias antes da eleição da Fifa

    Joseph Blatter terá recurso julgado dez dias antes da eleição da Fifa

Mesmo suspenso por oito anos de qualquer atividade relacionada ao futebol, o ex-presidente da Fifa, Joseph Blatter, planeja comparecer à eleição da entidade em 26 de fevereiro. Em entrevista à AP, o porta-voz de Blatter, Thomas Renggli, disse que o dirigente não se considera oficialmente banido.

De acordo com Renggli, "apenas o congresso (da Fifa), de acordo com os estatutos, pode retirar Blatter de seu mandato". A punição contra o suíço foi decidida pelo comitê de ética da Fifa, um órgão independente.

Em 16 de fevereiro, dez dias antes da eleição, Blatter irá à Fifa para a audiência que julgará seu recurso da suspensão. Caso o dirigente não seja absolvido nesse dia, uma nova instância não terá tempo de julgá-lo novamente até o dia do pleito, e ele seguirá banido.

Blatter e o ex-presidente da Uefa e vice da Fifa, Michel Platini, foram suspensos no ano passado, acusados de corrupção. Sem o dirigente francês, que era favorito para suceder Blatter como presidente da Fifa, os candidatos na eleição serão Ali Bin Al-Hussein (Jordânia), Salman Bin Ebrahim Al-Khalifa (Bahrein), Jerôme Champagne (França), Gianni Infantino (Itália) e Tokyo Sexwale (África do Sul).

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos