Por que o Atlético-MG não lamenta a saída de Giovanni Augusto

Victor Martins

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Eduardo Anizelli/Folhapress

    Giovanni Augusto em ação num Corinthians x Atlético-MG, válido pelo Campeonato Brasileiro

    Giovanni Augusto em ação num Corinthians x Atlético-MG, válido pelo Campeonato Brasileiro

A venda de Giovanni Augusto para o Corinthians deve ser confirmada nas próximas horas. O jogador vai neste sábado, pela manhã, para São Paulo, para fazer exames médicos e assinar contrato com o clube paulista. Se financeiramente o negócio é muito bom para o Atlético, em termos competitivos, o clube mineiro pode ter reforçado um rival.

Atlético e Corinthians estão na Copa Libertadores e são dois dos mais fortes candidatos ao título. A venda de um titular para um rival pelo torneio continental incomodou os torcedores atleticanos, porém, o técnico Diego Aguirre encarou a situação com muita naturalidade e não lamentou a saída do meia.

"Futebol é assim, ele vai para um rival direto, que se interessou por ele e pagou muito dinheiro. Não tenho nada para falar, apenas desejar para ele o melhor. Por minha parte, isso já ficou no passado. Já estou pensando e trabalhando com os jogadores que tenho no campo. É normal, não vou ficar encontrando desculpas para o rendimento do time", comentou o treinador.

Sem Giovanni Augusto, as opções do Atlético para o setor são os meias estrangeiros Dátolo e Cazares, além de Dodô e também de Hyuri, que pode jogar centralizado. Apesar de contar com quatro atletas que pode fazer a função, Aguirre informou que o clube busca por reposições. Nessa semana, além de Giovanni Augusto, Jemerson também deixou a Cidade do Galo.

Se na quarta-feira Giovanni disputou a última de suas 59 partidas com a camisa do Atlético, a partir de agora ele vai defender o Corinthians. O jogador também comentou sobre o fato curioso que é trocar o Atlético por um clube que vai jogar praticamente as mesmas competições de 2016.

"Não sei, será que sou tão bom assim? É difícil, tem que ver no dia a dia como vai ser. Da minha parte, o que posso falar é que vou chegar focado e espero corresponder", brincou o jogador, que em 2015 disputou apenas duas partidas da Libertadores pelo Atlético. Ambas nas oitavas de final contra o Internacional, responsável pela eliminação atleticana.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos