Malcom se despede do Corinthians para jogar na França: 'Vida que segue'

Do UOL, em São Paulo

  • Eduardo Anizelli/Folhapress

    Malcom assinará contrato com o Bordeaux por quatro temporadas

    Malcom assinará contrato com o Bordeaux por quatro temporadas

O atacante Malcom comunicou em sua rede social que está deixando o Corinthians. O jogador agradeceu a jogadores e demais funcionários do clube pelos oito anos vividos no Parque São Jorge. Malcom está na França, onde assinará contrato com o Bordeaux.

"Gratidão essa é a palavra que se resume, por tudo que o Sport Club Corinthians Paulista, há 8 anos atrás as portas do futebol se abriram para um sonho que eu cultivei no meu coração, fui feliz aqui, conquistei títulos, fiz amigos que vou levar para a vida toda , conheci pessoas que me ajudaram no crescimento profissional. Queria agradecer a todos treinadores comissão técnica e atletas que tive a oportunidade de jogar com eles, e a essa torcida que sempre me apoiou e acreditou no meu potencial. Dizer a esse clube que eu tenho muita gratidão e carinho. Agora é vida que segue. Obrigado, Corinthians".

Malcom fará exames e assinará contrato de quatro anos com o seu novo time. O Bordeaux pagará 5 milhões de euros (R$ 22 milhões) por 50% dos direitos econômicos do atacante. O salário do jogador no clube francês será de 100 mil euros (R$ 438 mil).

A negociação do atacante, entretanto, dividiu a diretoria do Corinthians e o próprio estafe do jogador. Uma parte do clube entende que o momento não era de vender Malcom e que a negociação do jogador não é uma grande oportunidade do ponto de vista financeiro. 

No próprio estafe de Malcom, que tem quatro sócios diferentes nos direitos econômicos, nem todos os membros estão inclinados à transferência. De um lado, Nílson Moura, um dos procuradores do atleta, entende que o negócio não é interessante no momento. De outro, o empresário Fernando Garcia acredita que a oportunidade é interessante e trabalha pela conclusão do negócio. 

Tite entendeu que a saída de Malcom não será vantajosa à carreira do atleta de 18 anos.

"Qualquer que seja a decisão, o técnico vai abraçar, mas quero dizer: não venda o Malcom. Deixa ele aqui, vai ser melhor para o Corinthians, para o empresário e para o próprio Malcom", declarou na última sexta. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos