Vendaval afeta CT e faz Inter criar força-tarefa para retomar treinos

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

  • Jeremias Wernek/UOL

    Prédio principal do CT foi afetado no telhado e algumas salas. Gramados ficaram intactos

    Prédio principal do CT foi afetado no telhado e algumas salas. Gramados ficaram intactos

Árvores caídas, grades e banco de reservas danificados e até um telhado no chão. O vendaval que assolou Porto Alegre na última sexta-feira fez estrago no CT do Internacional. Nesta segunda-feira (01), os funcionários do clube fizeram um mutirão para organizar acessos e áreas comuns no local.

O rastro de destruição esteve em todos os lados. Às margens do Guaíba, o centro de treinamentos foi alvo fácil da ventania. Árvores de todo porte tombaram na entrada do local e perto dos gramados.

Nos campos, nenhum problema. Em um deles, a dor de cabeça foi recolher algas e pequenos galhos. Do lado de fora, contudo, os estragos foram maiores. O setor de imprensa, uma espécie de banco de reservas com dois andares, teve a estrutura profundamente danificada: sem teto e cedendo para frente.

No prédio principal, onde funciona uma piscina da área social do clube e parte das instalações do vestiário, as avarias foram impactantes. Uma parte considerável do telhado foi arrancada pelos ventos e atirada de fronte a entrada. Galhos retorcidos completaram o cenário.

Na sala de imprensa, alagamento. Três funcionários do clube foram encarregados de retirar a água acumulada no piso e também de limpar o local – que recebeu a entrevista coletiva normalmente horas depois.

Um dia antes, a Federação Gaúcha de Futebol acatou pedido das autoridades públicas e cancelou o jogo entre Internacional e Ypiranga-RS, no estádio Beira-Rio. Tudo por conta da dificuldade de acesso ao local – em reflexo do temporal de sexta-feira.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos