Bauza não descarta dupla Kardec e Calleri e elogia argentino

Do UOL, em São Paulo

  • Rubens Chiri/saopaulofc.net

Em entrevista exclusiva ao programa Bate-Bola, da ESPN Brasil, Edgardo Bauza, técnico do São Paulo, falou sobre a estreia do time na Taça Libertadores contra o César Vallejo, do Peru, em jogo válido pela pré-Libertadores.

"O compromisso será difícil. Teremos que continuar crescendo como equipe. Nos amistosos, jogamos bem em alguns momentos, em outros não. Essa partida é importantíssima para nós. Necessitamos que a equipe continue evoluindo. Esse é o primeiro grande objetivo que temos como equipe, classificar para a fase de grupos da Libertadores. Um torneio difícil com muitas equipes em condições de vencer. Primeiro, temos que pensar em classificar", analisou Bauza.

O técnico também mostrou preocupação com o setor ofensivo do time. "As duas primeiras semanas trabalhamos muito a parte defensiva da equipe e já melhoramos muito. Queremos que isso siga melhorando, mas precisamos melhorar ofensivamente. Contra o Red Bull, não atacamos. Precisamos dar volume ao setor ofensivo da equipe. Estamos em um processo de formação da equipe".

Um dos jogadores que pode melhorar o poder ofensivo do São Paulo, é o argentino Jonathan Calleri, que chegou recentemente do Boca Junior. O técnico não poupou elogios ao compatriota. "É um jogador que tem muita potência, muita vitalidade, seguramente vai dar isso para o ataque da equipe. Ele vai começar no banco de reservas amanhã. A adaptação será muito rápida, ele vai se adaptar bem".

"O torcedor precisa ficar tranquilo. Ele tem um grande caráter, uma grande autoestima. Ele está focado no São Paulo, quer fazer tudo bem, inclusive queria jogar amanhã. O torcedor do São Paulo vai gostar dele em campo", completou o técnico quando foi perguntado sobre a postura de Calleri em relação ao tricolor paulista e a sua saída em seis meses.

Ainda sobre Calleri, Bauza não descartou a dupla com Kardec, mas dará preferência a um atacante apenas. "Não descarto que possa jogar com o Kardec. Acho que podemos jogar com os dois em algumas situações. Amanhã vamos jogar só com um, mas não descarto".

O técnico ainda espera a chegada de um zagueiro e de Julio Buffarini, lateral direito que comandou no San Lorenzo. "Falta a incorporação de um zagueiro, para confirmar uma defesa sólida, principalmente com o tanto de jogos que teremos. Não descarto a possibilidade da vinda de Buffarini, se ele vier, considero o grupo completo".

"Ele tem interesse em vir ao São Paulo, o problema é a negociação entre clubes. Eu falei com ele, como falo com todos os jogadores que quero na minha equipe. Se vier, melhor. Se não vier, estamos preparados para seguir", revelou Bauza.

O São Paulo estreia na pré-Libertadores, nessa quarta-feira, contra o César Vallejo, no Peru, às 21h de Brasília.
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos