Peñarol diz que clubes podem boicotar Libertadores se Liga não for atendida

Do UOL, em São Paulo

O presidente do Peñarol, Juan Pedro Damiani, afirmou em entrevista ao canal argentino TyC Sports que os times grandes da América do Sul podem boicotar a Copa Libertadores se a Conmebol não ouvir as propostas das equipes, que buscam se organizar em uma Liga Sul-Americana de Clubes.

"Na semana passada estivemos em Assunção e fomos recebidos pelo novo comitê (da Conmebol). Conseguimos várias melhoras. Mas se não escutam nossas propostas, cabe a possibilidade de que os clubes grandes não joguem a Libertadores, ainda que seja uma situação que ninguém quer", disse Damiani.

O dirigente explicou as mudanças que os clubes já conseguiram para a disputa da Libertadores. "Praticamente estão duplicando os prêmios, e agora estão eliminando os 10%, que eram absurdos, porque a Conmebol ficava com 10% brutos da arrecadação dos jogos. Assim, acho que vai ser positivo".

Nesta quarta-feira, em Buenos Aires, representantes dos clubes irão se reunir para discutir a fundação oficial da Liga Sul-Americana. Estão confirmados no encontro times brasileiros, como Grêmio, São Paulo e Internacional, além da previsão da presença de Atlético-MG e Corinthians.

"É o início de um movimento para que os clubes tenham mais informação, porque os direitos são dos clubes", afirmou Damiani.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos