Topo

Futebol


De lesões a expulsão. Reforços penam em início de temporada no Fluminense

Nelson Perez/Fluminense
Richarlison se destacou na pré-temporada, mas teve a infelicidade de se lesionar Imagem: Nelson Perez/Fluminense

Do UOL, no Rio de Janeiro

2016-02-02T06:00:00

02/02/2016 06h00

Ativo no mercado da bola, o Fluminense ainda não conseguiu ter o retorno esperado de seus reforços neste início de ano por conta de algumas infelicidades.

O atacante Richarlison, por exemplo, que custou R$ 10 milhões aos cofres do clube e foi o destaque da pré-temporada, fraturou um dedo do pé esquerdo e será submetido a uma cirurgia que o deixará fora dos gramados por dois meses no mínimo.

O meia Felipe Amorim, outro que veio do América-MG, sentiu uma lesão na coxa direita e também parou no departamento médico.

Já o zagueiro Henrique estreou mal, sendo expulso logo em sua estreia, na derrota por 3 a 1 para o Volta Redonda, no último domingo, no estádio Raulino de Oliveira.

Outros dois reforços, o meia Diego Souza e o zagueiro Renato Chaves não estavam com suas situações regularizadas e ainda não puderam atuar. O defensor, no entanto, ficou apto nesta segunda e está a disposição para o jogo desta quarta-feira, contra o Bonsucesso, pelo Campeonato Carioca.

No caso do camisa 10, a tendência é a de que ele esteja em campo somente diante do Madureira, dia 10 de fevereiro.

Mais Futebol