Federação abre processo contra Beckenbauer por suspeita de compra de votos

Do UOL, em São Paulo

  • Christof Koepsel/Getty Images

    Franz Beckenbauer é acusado de envolvimento em esquema de compra de votos na Fifa

    Franz Beckenbauer é acusado de envolvimento em esquema de compra de votos na Fifa

A Federação Alemã de Futebol confirmou nesta sexta-feira (05) que o ídolo alemão Franz Beckenbauer será indiciado por conta de negociações nebulosas ocorridas enquanto ele era membro do Comitê Organizador da Copa do Mundo de 2006. Além de Beckenbauer, os ex-presidentes da federação também serão denunciados.

De acordo com Deutsche Welle , a Federação Alemã de Futebol tomou as medidas necessárias para não perder o prazo para entrar com possíveis ações legais contra Beckenbauer e a Fifa. Os procedimentos foram protocolados na Corte de Hamburgo em 2015.

Pagamentos suspeitos de cerca de 6,7 milhões de euros (aproximadamente R$ 29 milhões) que foram feitos pelo Comitê Organizador da Copa do Mundo para a Fifa em 2005 estão sendo investigados e podem levar aos principais chefes do futebol alemão.

A Alemanha derrotou a África do Sul na eleição para ser a sede da Copa por 12 votos a 11. Charlie Dempsey, presidente da Confederação de Futebol da Oceania, não votou em nenhuma das opções, garantindo a vitória do país germânico.

Os procedimentos legais adotados pela FAF incluem medidas contra a Fifa e o Comitê Organizador da Copa do Mundo. A Federação Alemã ainda poderá sofrer sanções de 25 milhões de euros (aproximadamente R$ 108 milhões) e pode ter seu status de entidade sem fim lucrativo revogado.

O Freshfields Bruckhaus Deringer, um dos maiores escritórios de advocacia do mundo, está investigando diversos pagamentos milionários realizados para a Fifa e irá divulgar, no dia 4 de março, o resultado do trabalho. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos