Henrique diz que optou pelo Grêmio por fator desportivo e explica 'chapéu'

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

  • Reprodução/Grêmio TV

    Henrique Almeida é apresentado como jogador do Grêmio

    Henrique Almeida é apresentado como jogador do Grêmio

O atacante Henrique Almeida recebeu a camisa 9 e foi apresentado pelo Grêmio na tarde desta sexta-feira (05). Segundo ele, a opção pelo time tricolor ocorreu por um fator desportivo. E a ida ao Beira-Rio ocorreu apenas por convite do Inter, sem algo encaminhado. 

"Eu fui ao Beira-Rio convidado pelo Inter. Mas não tinha nada assinado ou certo, apenas uma negociação. Optei pelo Grêmio pelo desportivo. Tinha vontade de jogar aqui, admiro muito este clube e estou aqui", revelou Henrique. 
 
O jogador se destacou nas seleções de base do Brasil e no Coritiba, no ano passado. Marcou 13 gols no Brasileiro. Contudo não teve passagens tão boas por São Paulo, Vitória, Bahia, Sport e Botafogo. 
 
"Depois do Mundial [Sub-20, com a seleção] eu tive uma visibilidade muito grande e o peso dobrou. Mas não tive sequência. Três anos e alguns probleminhas com o São Paulo... Não tive a sequência que gostaria entre outros clubes. Até o Coritiba, quando recebi a sequência e mostrei meu futebol novamente. Não precisei mostrar tudo em um jogo, mas tive sequência de dois ou três jogos", completou. 
 
A contratação dele foi curiosa. Ele esteve no Beira-Rio vendo o jogo entre Inter e Coritiba. Na última quarta-feira, o Colorado descartou sua contratação alegando a chance de perder o atleta por conta de uma disputa na Justiça entre ele e o Botafogo. Horas depois, o Grêmio fez o anúncio. 
 
"Chapéu é coisa da imprensa e da torcida, coisa saudável fora de campo. É uma brincadeira válida entre as torcidas. Mas o que fiquei sabendo é que estou no Grêmio e vim para ajudar", explicou. "Vi no Grêmio um time que marca sem a bola, compacto, que dá combate na frente. Vejo o time do jogando muito nas entrelinhas, fazendo diagonal e facão, como todos falam. Acho que me encaixo no estilo de jogo do Roger", completou. 
 
Com contrato de quatro anos, Henrique irá demorar um pouco para jogar. Imediatamente ele entra em fase de adaptação física.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos