Topo

Futebol


Sem futebol em 2016, gramado do Maracanã terá 40 horas de festa no Carnaval

Divulgação/Zona Sul do Samba
Em 2015, festa foi atrás de um dos gols (foto). Neste ano, será dentro do campo Imagem: Divulgação/Zona Sul do Samba

Pedro Ivo Almeida

Do UOL, no Rio de Janeiro

2016-02-05T06:00:00

2016-02-05T10:06:06

05/02/2016 06h00Atualizada em 05/02/2016 10h06

Maior palco do futebol brasileiro, o Maracanã ainda não sabe o que é ver a bola rolar em 2016. Sem acordo com os clubes do Rio para utilização nos primeiros meses da temporada, o estádio encara uma nova realidade e se limita a uma agenda de entretenimento com shows e festas neste início de ano.

Neste Carnaval, as antigas rodadas do período momesco darão lugar a um grande baile durante cinco dias. Sem jogos marcados, o gramado do local servirá de palco para grandes festas nos dias 5, 6, 7, 8 e 9 de fevereiro.

Apesar de já receber eventos no período em outros anos, esta será a primeira vez que a folia ocorrerá dentro  do gramado de jogo - na região da grande área.. Ao todo, serão 40 horas de festa no local que trocará chuteiras por sandálias, tênis e sapatos masculinos e femininos.

“Poder realizar um evento desse porte, alimentando o turismo e o entretenimento no Rio de Janeiro, além de ser uma satisfação para a própria Palonvitas Eventos, também é de extrema felicidade para nós, que somos cariocas. Vamos aproveitar um palco conhecidamente vinculado ao esporte, como o Maracanã, para o Carnaval do Rio, maior evento de carnaval da história do estádio. Serão cinco dias seguidos de festas com atrações internacionais e nacionais, onde o mais importante de tudo é manter a alegria com um nível de conforto e segurança que os eventos de rua não oferecem. Pelo alto investimento, local de realização e capacidade de público, o Carnaval do Rio se tornou o maior evento carioca no período carnavalesco fora os desfiles da Sapucaí”, celebrou André Antunes, um dos sócios da empresa que comandará a festa durante o período.

Além do Carnaval, o Maracanã já tem outros dois grandes eventos marcados para o tradicional campo que seguirá sem bola nos próximos meses: shows das bandas Rolling Stones e Coldplay, em 20 de fevereiro e 10 de abril, respectivamente.

A programação mostra a nova tendência no local: eventos sem custos para a concessionária que administra o estádio. Ao contrário dos jogos, a empresa que realiza as festas paga pelo aluguel do local e arca ainda com os serviços terceirizados.

Com isso, o Maracanã, que tem seu futuro incerto por conta dos problemas recentes envolvendo a Odebrecht, evita gastos que chegavam a R$ 250 mil em uma simples partida de futebol. Entre a reinauguração em 2013 e o final de 2015, foram mais de 200 jogos no local.

Hoje, a Maracanã S/A está reduzindo sua operação para entregar o estádio ao Comitê Organizador da Olimpíada entre março e abril. Após a Olimpíada, não se sabe qual o futuro do local, já que a concessionária demonstrou o desejo em devolver o estádio ao Governo do Rio. O governo não pretende voltar a gerir o espaço. Com isso, a questão segue indefinida. Por enquanto, a única certeza é sobre as festas no local.

Confira as festas no Carnaval do Maracanã (de 23h até 7h):

5 de fevereiro (sexta) - "Fextinha"
Famoso evento de São Paulo voltado para música eletrônica. Destaque para o americano Steve Aoki, eleito um dos 10 melhores DJs do mundo atualmente.

6 de fevereiro (sábado) - Festa "Vizu”
Evento de rap com “Cone Crew Diretoria” e a dupla Felguk, além do Dj Shark e outros.

7 de fevereiro (domingo) - Festa "Me Ganha Que Eu Vou" e "Não Para Não"
Festa tradicional em São Paulo se junta a um destaque da cena carioca, a Não Para Não. Show de Mc Marcinho.

8 de fevereiro (segunda) - Festa "Music Motion com Goldfish"
Festa com o dueto sul-africano que une instrumentos como saxofone, piano e outros às batidas eletrônicas.

9 de fevereiro (terça)- Festa "Zona Sul do Samba"
Evento que une samba e pagode. Show do cantor Thiaguinho será a atração principal.

Confira o posicionamento da Maracanã S/A:

"Os dois jogos iniciais de Flamengo (30/1) e Fluminense (3/2) foram transferidos por solicitação do Maracanã aos clubes, em função do planejamento da Concessionária para manutenção e entrega do estádio aos Jogos Olímpicos. No período das festas de carnaval não há jogos previstos no calendário do Campeonato Carioca e o período de indisponibilidade do estádio para o show internacional da banda Rolling Stones foi previamente alinhado com os clubes parceiros.

Após o espetáculo internacional, a concessionária seguirá seu cronograma de desmobilização programada da operação, enquanto aguarda a formalização da data exata de início do período de uso exclusivo do estádio pelo Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016. De acordo com este cronograma, a Concessionária suspendeu novos agendamentos de eventos esse ano".

Mais Futebol